Publicidade

Polícia revela motivo da morte de indígena no Amazonas; confira

Vítima foi morta na frente de boate e suspeito foi preso.

05/03/2024 às 14h36 Atualizada em 08/03/2024 às 11h59
Por: Portal Holofote Fonte: Am Post
Compartilhe:
Reprodução/Internet
Reprodução/Internet

Valdeci Curico Bandeira, 20, foi preso suspeito de matar a indígena Cleuzete Aguilar dos Santos, de 23 anos. O crime ocorreu no domingo (03), por volta das 23h, em frente da boate Lua Nova, na Avenida da Amizade, em Tabatinga, interior do Amazonas. O crime teria ocorrido por engano, segundo a Polícia Civil.

De acordo com o delegado Fernando Damasceno, da Delegacia Interativa de Polícia de Tabatinga, diligências iniciaram logo após a ação criminosa, com coleta de depoimento de testemunhas, bem como imagens de câmeras de segurança do estabelecimento, que resultaram na localização do suposto autor.

“Chegamos até uma casa no bairro Nova Esperança, onde Valdeci estava escondido, e efetuamos a prisão em flagrante. No local apreendemos a arma de fogo utilizada no crime, uma pistola calibre 380 e 6 munições”, informou o delegado.

Ainda conforme a autoridade policial, durante interrogatório, o infrator alegou que foi contratado para matar Cleuzete, mas as investigações indicam que a mulher foi alvejada por engano, pois ele tinha o objetivo de assustar membros de um grupo criminoso rival que estavam no local.

As investigações continuam, no sentido de descobrir maiores detalhes sobre as motivações do crime e se há outros envolvidos na empreitada criminosa.

Valdeci foi conduzido à delegacia, e autuado em flagrante por homicídio qualificado por motivo torpe e porte ilegal de arma de fogo, e ficará à disposição da Justiça.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.