Terça, 29 de Setembro de 2020 21:14
(92) 99183-2565
Internacional Explosão

Nitrato de amônio poder ter causado megaexplosão em Beirute

O presidente do Líbano, Michel Aoun, afirmou que foi encontrada a substância no local da megaexplosão.

05/08/2020 11h47
142
Por: Jéssyca Seixas Fonte: Portal Tucumã
Divulgação
Divulgação

Uma substância conhecida como nitrato de amônio ou amônia pode ter causado a megaexplosão, que deixou dezenas de mortos e milhares de feridos em Beirute, na manhã desta terça-feira (4). A informação foi passada pelo presidente do Líbano, Michel Aoun.

Aoun afirmou ser “inaceitável” que 2.750 toneladas do composto fossem estocadas em um depósito, sem a segurança necessária.

Uma investigação está em andamento para encontrar o gatilho exato da explosão. O Conselho Supremo de Defesa do Líbano afirmou que os responsáveis vão enfrentar a “punição máxima” possível.

O nitrato é usado como fertilizante, herbicida, inseticida, absorvente para óxidos de nitrogênio, na fabricação de óxido nitroso, como oxidante em propelentes sólidos para foguetes, explosivos, etc. A substância se trata de um sal inorgânico que, quando puro, é encontrado na cor branca e quando impuro nas colorações: cinza claro ou marrom, se estiver na forma de um cristal relativamente grande, aparenta-se com o sal grosso (NaCl).

O primeiro-ministro do país, Hassan Diab, afirmou que o depósito onde o nitrato de amônio estava armazenado existia desde 2014, e que a situação do local será investigada pelas autoridades.

Outras explosões

O nitrato de amônio já causou algumas explosões trágicas. Uma delas ocorreu no estado americano do Texas, em 16 de abril de 1947. Na ocasião, 581 pessoas morreram depois que um incêndio em um navio causou a explosão de cerca de 2.000 toneladas de nitrato de amônio. O caso foi considerado uma das mais potentes explosões não-nucleares da história.

Em 1995, dois extremistas americanos usaram a mesma substância, estocada em uma van, para explodir parte de um prédio na cidade de Oklahoma, também nos Estados Unidos. Ao todo, 168 pessoas morreram e 680 ficaram feridas.

O atentado, cometido por Timothy McVeigh e seu cúmplice, Terry Nichols, foi um dos mais traumáticos da história dos Estados Unidos.

Providências

O Ministério das Relações Exteriores (MRE) emitiu nota oficial nesta terça-feira (4) em que manifesta solidariedade ao povo e ao governo do Líbano após uma grande explosão ter ocorrido em um armazém na região portuária de Beirute, capital do país, que fica no Oriente Médio, à beira do Mar Mediterrâneo. Autoridades locais apontam mais de 50 mortos e milhares de feridos, mas esse número deve crescer nas próximas horas. 

De acordo com o Itamaraty, “não há, até o momento, notícia de cidadãos brasileiros mortos ou gravemente feridos”. A pasta acompanha a situação por meio da embaixada brasileira no país, cuja sede fica a cerca de 8 quilômetros da zona onde ocorreu a explosão. Também foram disponibilizados números de telefone e e-mail para contato com a assistência consular no país e também em Brasília. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Manaus - AM
Atualizado às 22h09 - Fonte: Climatempo
26°
Alguma nebulosidade

Mín. 22° Máx. 32°

28° Sensação
6 km/h Vento
94% Umidade do ar
90% (12mm) Chance de chuva
Amanhã (30/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 31°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Quinta (01/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 30°

Sol com muitas nuvens e chuva