Terça, 18 de dezembro de 2018
(92) 99183-2565
Esportes

10/08/2018 ás 17h55

148

Jéssyca Lorena

Manaus / AM

Ganso estreia no ano, mas mantém desejo de sair; Sevilla tem propostas de três países
Meia atuou por quase 20 minutos na vitória sobre o Zalgiris Vilnius, mas quer jogar mais
Ganso estreia no ano, mas mantém desejo de sair; Sevilla tem propostas de três países
Reprodução

Paulo Henrique Ganso jogou pela primeira vez em 2018 na última quinta-feira, mas os quase 20 minutos em que esteve em campo não foram suficientes para alterar sua decisão de deixar o Sevilla. O meia tem propostas de clubes da Espanha, de Portugal e da Turquia, e aguarda uma definição para as próximas semanas. Até aqui, a diretoria recusou todas as ofertas.


O jogador disputou apenas 28 jogos em seus dois anos de Sevilla. O desejo de atuar por mais tempo o levou a externar para a diretoria a vontade de sair. Em julho, o clube recusou uma proposta com opção de compra do Santos Laguna, do México.


Uma complexa operação financeira envolve o imbróglio entre Sevilla e Ganso. No meio de 2016, os espanhóis pagaram 9,5 milhões de euros para tirá-lo do São Paulo. O meia tem contrato até julho de 2021. O Sevilla gostaria de envolver o brasileiro numa negociação que pelo menos se aproximasse do valor gasto em sua contratação. Mas quanto mais longe da equipe ele fica, menos provável se torna a chegada de uma boa oferta.


A mudança de técnico chegou a soar como novos tempos para Ganso, mas ele ainda não ganhou o protagonismo esperado com Pablo Machín, ex-Girona. Ter participado do segundo tempo da vitória por 1 a 0 sobre o Zalgiris Vilnius, da Lituânia, está longe de ser o suficiente para que Ganso mude sua posição e se incline pela permanência. A torcida, principalmente depois de uma temporada passada ruim da equipe, cobra mais chances ao brasileiro.


Aos 28 anos, o meia surgiu em 2009 junto com Neymar, no Santos, como uma das principais promessas do futebol do país em muitos anos. Ambos não foram convocados para a Copa do Mundo de 2010, apesar do apelo popular.


Ganso e o Santos entraram em litígio, e em 2012 ele se transferiu para o São Paulo. Após quatro anos de altos e baixos, mas numa boa relação com clube e torcida, ele finalmente foi para a Europa, onde ainda não conseguiu sequer se aproximar de ser o jogador cheio de talento anunciado na base santista.

FONTE: G1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados