Publicidade

Com nota recorde, saúde básica de Manaus lidera ranking do Previne Brasil pela sétima vez consecutiva

A nota, baseada no desempenho em sete indicadores monitorados pelo Ministério da Saúde, é a maior já obtida pela Prefeitura de Manaus no programa, que avalia a qualidade da atenção básica em todo o país.

05/02/2024 às 10h26 Atualizada em 07/02/2024 às 14h16
Por: Portal Holofote Fonte: Semcom
Compartilhe:
Dhyeizo Lemos / Semcom
Dhyeizo Lemos / Semcom

A saúde básica de Manaus alcançou, pela sétima vez consecutiva, o primeiro lugar entre as capitais brasileiras no Previne Brasil. O município atingiu 8,8 no Índice Sintético Final (ISF) na mais recente avaliação quadrimestral do programa, referente aos meses de setembro a dezembro de 2023. A nota, baseada no desempenho em sete indicadores monitorados pelo Ministério da Saúde, é a maior já obtida pela Prefeitura de Manaus no programa, que avalia a qualidade da atenção básica em todo o país.

A saúde básica gerenciada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) mantém a melhor avaliação entre as 27 capitais no Previne Brasil desde o primeiro quadrimestre de 2021. No mais novo ranking, divulgado nesta quinta-feira, 1º/2, Manaus figura à frente de Porto Alegre (RS), com ISF de 8,5; Maceió (AL), com 8,31; Brasília (DF), com 7,72; e Rio de Janeiro, com 7,65, considerando cinco as melhores colocações no programa.

Comemorando o novo resultado, o prefeito David Almeida ressaltou a dedicação dos trabalhadores da saúde e destacou os investimentos da atual gestão na área da saúde, como a revitalização, reforma e construção de unidades básicas, a valorização dos profissionais e a reorganização e fortalecimento de estruturas e atividades da saúde.

“Estamos avançando com o aumento da nossa cobertura vacinal, que tem os maiores percentuais do país, com a ampliação na cobertura e na qualidade da assistência e dos serviços prestados à população. E vamos continuar trilhando esse caminho vitorioso na saúde”, afirmou o prefeito.

A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, pontuou o esforço de servidores e gestores em todos os distritos e unidades da rede básica municipal como instrumental para a mais nova conquista da saúde básica do município no Previne Brasil, somado ao empenho da Gestão de Saúde e da Gestão Administrativa e Planejamento da Semsa, e ao comprometimento do prefeito David Almeida.

“Esse resultado é um reconhecimento justo do trabalho realizado por todos que vestem a camisa da Atenção Primária e entendem que a alma do Previne está na força de nossas ações. Juntos produzimos uma força gigantesca, somos enormes em compromisso, trabalho e resultados”, declarou a secretária.

Avaliação

O ISF do Previne Brasil é calculado com base nos percentuais dos municípios em sete indicadores, avaliados a cada quadrimestre. São eles: gestantes com, ao menos, seis consultas de pré-natal, iniciadas até a 12ª semana de gestação; gestantes com exames para sífilis e HIV; gestantes com atendimento odontológico; mulheres com coleta de exame citopatológico (preventivo); crianças de 1 ano de idade com as vacinas pentavalente e poliomielite; pessoas com hipertensão com consulta e pressão arterial aferida no semestre; e pessoas com diabetes e hemoglobina glicada solicitada no semestre.

Com os 8,8 da nova avaliação, Manaus superou os índices obtidos em todos os seis quadrimestres anteriores. No terceiro quadrimestre de 2021, o primeiro em que conquistou o topo do ranking nacional, a capital atingiu ISF de 8,10. Nos três quadrimestres do ano seguinte, obteve sucessivamente os índices de 7,75, 8,37 e 8,57. E, nos dois primeiros quadrimestres de 2023, chegou a 8,52 e 8,63.

Entre os percentuais alcançados nos indicadores de Manaus no mais recente quadrimestre avaliado, destaca-se o percentual de 91% de gestantes com exames para sífilis e HIV realizados, o maior entre as capitais e igualado apenas por São Luís (MA).

Manaus também obteve o maior percentual de pessoas hipertensas com consulta e pressão arterial aferida no semestre da avaliação, ao lado de Fortaleza (CE), com 39%. A proporção de mulheres com coleta do preventivo na rede básica da capital supera também a de todas as outras sedes estaduais, com 35%.

Programa

O Previne Brasil foi instituído pelo Ministério da Saúde em 2019, sendo um dos componentes do programa de financiamento da Atenção Primária à Saúde (APS) nos municípios, que define o valor que as gestões municipais devem receber em repasses federais. O programa avalia a qualidade da saúde básica nos municípios, segundo os percentuais alcançados em sete indicadores de pré-natal, saúde da mulher, saúde da criança e doenças crônicas.

O monitoramento dos indicadores visa reconhecer os resultados alcançados e a efetividade ou necessidade de aperfeiçoamento das estratégias de intervenção; subsidiar a definição de prioridades e o planejamento de ações para melhoria da qualidade da Atenção Primária à Saúde (APS); e promover a democratização e transparência da gestão.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade
% (mm) Chance de chuva
20h00 Nascer do sol
20h00 Pôr do sol
Sáb ° °
Dom ° °
Seg ° °
Ter ° °
Qua ° °
Atualizado às 20h00
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 4,97 +0,02%
Euro
R$ 5,37 +0,02%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,04%
Bitcoin
R$ 324,489,42 +0,61%
Ibovespa
129,020,02 pts -0.87%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais lidas
Publicidade