Apa Móveis/Pneu Forte - 728x90
Aluguel

Idoso morre ao ser empurrado de escada por cobrar aluguel

Imagens do incidente foram registradas por uma câmera de segurança

14/01/2020 18h08
Por: Jéssyca Lorena
Fonte: Em Tempo
262
Divulgação
Divulgação

Na tarde do último domingo (12), um idoso de 71 anos morreu após ser empurrado de uma escada e bater a cabeça com força no asfalto. A tragédia aconteceu quando ele tentava cobrar o aluguel em uma casa no Queens, bairro localizado na cidade de Nova York, nos Estados Unidos.

Imagens do incidente foram registradas por uma câmera de segurança e mostram a vítima, identificada como Edgar Moncayo, segurando a porta da residência, em uma tentativa de evitar que os inquilinos fugissem sem pagar o aluguel. Em certo momento, os dois jovens que estão dentro do prédio conseguem abrir a porta e um deles empurra o idoso na direção da escada.

A força do empurrão faz com que Moncayo "voe" por cima dos degraus, atingindo com força o chão de concreto da calçada, de onde não mais se levanta. Ao ver a situação em que o homem se encontra, um dos jovens se desespera, enquanto o autor da agressão se distancia.

Segundo informações do New York Post, o caso foi inicialmente tratado como um acidente, uma vez que Alex Garces, o responsável por empurrar Moncayo, disse à polícia que a vítima caiu enquanto ele e o colega tentavam carregar um colchão para fora do prédio, acertaram a porta de entrada e esta acabou derrubando o idoso. Porém, tudo mudou quando as imagens da câmera foram analisadas.

"Foi tudo por causa do aluguel. Os inquilinos já haviam atrasado o mês anterior e não queriam pagar mais uma mensalidade. Minha avó não estava em casa no momento e só ficou sabendo do acidente quando um vizinho ligou para ela. Quando viu meu avô daquele jeito, ela só ajoelhou e começou a chorar", lamentou Nicolas Jativa, neto da vítima.

Em entrevista ao jornal, ele revelou que o avô foi encaminhado a um hospital de Nova York, onde sua morte foi confirmada, já no início da madrugada, devido a um traumatismo craniano. "Só consegui acreditar que ele tinha morrido de uma maneira tão horrível quando vi a gravação".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.