Apa Móveis/Pneu Forte - 728x90
Estética

Ex-miss desenvolve câncer raro após uso excessivo de unhas em gel

A miss contou que durante uma visita de rotina ao salão de beleza, onde fazia os procedimentos, percebeu uma marca incomum na unha do polegar.

09/05/2019 18h04
Por: Jéssyca Lorena
Fonte: Em Tempo
176
Divulgação
Divulgação

A ex-miss de Illinois, nos Estados Unidos desenvolveu câncer por usar unhas em gel e acrílico em excesso. Karolina Jasko, de 21 anos, foi diagnosticada com melanoma de unha, um tipo raro e agressivo da doença nos EUA.

Karolina contou ao jornal The Sun que durante uma visita de rotina ao salão de beleza, onde ela fazia os procedimentos, percebeu uma marca incomum na unha do polegar. “Demorei para perceber que havia algo errado, porque sempre estava com as minhas mãos feitas”, explicou.

Na ocasião, ela não deu atenção ao problema e somente quando a situação começou a piorar, foi que ela procurou um médico. “Alguns dias depois, meu dedo inchou muito, e automaticamente pensei que havia pegado algum tipo de infecção no salão de beleza”, contou ao Daily Mail.  

A mãe de Jasko a ajudou a tirar a unha de gel. Nesse momento, a ex-miss percebeu que era o mesmo polegar que tinha uma linha escura no centro. Assustada, ela marcou uma consulta. Logo que viu a marcação incomum, uma linha vertical perfeitamente reta que corria do topo até a base da unha com uma “tonalidade púrpura”, a dermatologista solicitou uma biópsia que revelou o câncer na unha.

O melanoma da unha, ou melanoma subungueal, é um câncer que ocorre nos tecidos do leito ungueal. Os sintomas incluem uma faixa vertical na unha com uma cor diferente da unha, pigmentação escura que cobre a unha, fragilidade da unha e sangramento onde a pigmentação está.

O câncer é muitas vezes difícil de diagnosticar porque os melanomas têm características semelhantes a uma contusão ou uma infecção fúngica.

Os médicos não sabem o que causa o melanoma subungueal, mas sabe-se que a exposição aos raios de radiação ultravioleta (UV) pode acelerar o seu crescimento.

A mãe da jovem já havia enfrentado dois melanomas e, por isso, seu médico do Northwestern Memorial Hospital, em Chicago, declarou que seu melanoma provavelmente era genético, mas que a luz ultravioleta a que ela estava exposta ao obter unhas de gel poderia ter afetado seu crescimento.

Ele não pôde determinar, no entanto, de onde vinha a infecção que causou o inchaço do dedo, apenas que não tinha relação com o melanoma na unha. “Ele disse para tomar como sinal de Deus”, disse Jasko.

Algumas semanas depois, Jasko passou por uma cirurgia para remover toda a matriz ungueal para que o melanoma não retornasse. Na sequência, os médicos retiraram um enxerto de pele da região da virilha para cobrir a área do polegar onde costumava ficar a unha.

Jasko, atualmente aluna da Universidade de Illinois em Chicago, disse que ainda vai ao salão de beleza e faz as unhas, mas não usa unhas de gel ou de acrílico, optando por usar esmalte clássico ou pó de imersão.

A jovem continua sua carreira de miss e participa da Melanoma Research Foundation para conscientizar as pessoas sobre a prevenção do câncer de pele. “Você não pode ajudar a sua genética, mas você pode fazer muito para evitar problemas de saúde”, finaliza.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Manaus - AM
Atualizado às 20h57
26°
Alguma nebulosidade Máxima: 33° - Mínima: 23°
28°

Sensação

2 km/h

Vento

89%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
Apa Móveis - 300x250
Últimas notícias
Pneu Forte - 300x250
Mais lidas