Sexta, 19 de outubro de 2018
(92) 99183-2565
Cultura

15/08/2018 ás 16h20

152

Jéssyca Lorena

Manaus / AM

Feiras Regionais têm crescimento de 63% na arrecadação
A quantidade de mercadorias comercializadas também teve aumento significativo: 58% a mais que julho de 2017
Feiras Regionais têm crescimento de 63% na arrecadação
Divulgação

Com um total de 22 feiras entre capital e interior do Amazonas, a Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS) calculou um aumento de 63% na arrecadação de julho de 2018 em comparação ao mesmo período do ano passado. Foram R$ 1.659.172,30 deste ano, contra R$ 1.017.834,25 de 2017, resultando em um aumento de 63% no total de recursos movimentados através da comercialização de produtos provenientes da agricultura familiar do Estado.


A quantidade de mercadorias comercializadas também teve aumento significativo: 58% a mais que julho de 2017. Em 2018 foram 702 toneladas, e no ano passado 442. O Chefe do departamento de negócios agropecuários da ADS, Heitor Liberato, associa esse crescimento com a expansão das feiras.


“Foram 18 feiras inauguradas desde julho de 2017 e pretendemos, até o final deste ano, inaugurar mais 24 estruturas em municípios de todo o Estado. Com isso, serão beneficiadas aproximadamente 2.400 famílias do setor primário”, aponta Heitor.


Ainda de acordo com o gerente, as feiras são o ponto forte da instituição. “Neste projeto nós unimos a oportunidade de gerar renda extra para o produtor com a necessidade do consumidor de adquirir produtos de qualidade com preços acessíveis, levando mais saúde para a mesa dos amazonenses”, destaca.


Só na capital, são beneficiados, diretamente, 1.500 agricultores. No interior, são mais 900 produtores comtemplados, somando um total de 2.400 participantes. Mas, conforme Liberato, esse número de favorecidos ultrapassa quinze mil pessoas, uma vez que a família desses produtores também é beneficiada.


As Feiras da ADS oferecem itens direto do produtor, com preços abaixo até 30% dos comércios convencionais.


Sem atravessador


Segundo o gerente, além das feiras disponibilizarem à população produtos frescos e de qualidade, o papel da ADS é colocar o produtor rural no mercado, o preparando para negociar diretamente com os clientes.


 “As feiras retiram da cadeia de comercialização o atravessador, que são os comerciantes livres, que atuam na função de repassar o produto para outros compradores. A partir do momento que o atravessador não tem interferência na venda, o produtor consegue lucrar mais e vender os produtos com um preço mais barato à população”, explicou Heitor.


Benefícios


Para o militar Pedro Henrique, que é cliente na feira do Clube dos Suboficiais e Sargentos da Aeronáutica (Cassam), zona Sul, desde o início da unidade, o que chama a atenção dele são a variedade dos hortifrútis e o preço. “Praticamente todos os sábados estou na feira. Os produtos e os valores são ótimos. E, é isso que faz a população escolher comprar aqui“, contou o Militar.


Conforme o técnico agrícola e responsável pela unidade no Cassam, Pedro Biondo, a feira tem um papel fundamental também na vida do consumidor, já que ela aproxima a sociedade civil dos militares. "Esta unidade é uma parceria da Aeronáutica com a ADS há sete anos. E assim como as outras feiras, ela beneficia tanto o produtor, como o consumidor também”, afirma o técnico. 


Feiras na capital e interior


A Agência coordena, atualmente, nove Feiras de Produtos Regionais na capital: no Clube dos Suboficiais e Sargentos da Aeronáutica (Cassam); Shopping Sumaúma; Shopping Ponta Negra (com duas edições); Shopping Via Norte; no Comando da Polícia Militar (PM); no Vitello da Cidade Nova e as feiras de produtos 100% orgânicos no Instituto Nacional da Colonização e Reforma Agrária (Incra) e no Vitello do Parque 10.


Heitor explica que as estruturas das feiras iniciaram na capital e devido ao sucesso já estão presentes em 13 municípios do Amazonas, entre eles estão: Rio Preto da Eva, Boa Vista do Ramos, Parintins, Silves, Novo Airão, Beruri, Manacapuru, Careiro Castanho, Lábrea, Tefé, Novo Aripuanã Tonantins, e Humaitá.

FONTE: Assessoria de imprensa

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados