Publicidade

Lula se reúne com governadores para isolar Bolsonaro nas eleições municipais

Presidente pretende encontrar com todos os governantes de todas as unidades da federação ainda no primeiro semestre deste ano.

08/02/2024 às 10h59
Por: Portal Holofote Fonte: Am Post
Compartilhe:
Ricardo Stuckert
Ricardo Stuckert

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) iniciou uma série de reuniões estratégicas nesta semana com os governadores dos três estados que representam os principais colégios eleitorais do Brasil: São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Estes encontros têm como objetivo fortalecer a influência de Lula nas eleições municipais e reduzir o espaço político do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

O último dos encontros está agendado para esta quinta-feira (7) em Belo Horizonte, capital mineira, marcando a primeira visita de Lula ao estado neste terceiro mandato como presidente. Durante sua estadia, Lula irá compartilhar o palanque com o governador Romeu Zema (Novo), conhecido por seu apoio a Bolsonaro nas eleições de 2022 e por suas críticas frequentes ao presidente Lula.

Na terça-feira (6), Lula esteve presente na entrega de 832 apartamentos em Magé, ao lado do governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL). Apesar das vaias recebidas, Castro reiterou a hospitalidade ao presidente, destacando que as eleições já passaram. Em resposta, Lula expressou seu contentamento em retornar ao Rio de Janeiro e prometeu investimentos no estado.

Lula também teve agendas na Baixada Fluminense e na capital carioca, contando com a participação do prefeito Eduardo Paes, aliado do presidente e candidato à reeleição com seu apoio.

Reuniões estratégicas em São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro

Em sua visita a Santos na sexta-feira (2), Lula anunciou investimentos na construção de um túnel ligando a cidade ao Guarujá, ao lado do governador Tarcísio de Freitas (Republicanos). O presidente descreveu o evento como um “ato civilizatório” e assegurou apoio federal ao governo estadual.

No mesmo dia, em São Paulo, Lula participou da filiação de Marta Suplicy ao PT, marcando seu retorno ao partido para concorrer como vice na chapa de Guilherme Boulos à prefeitura da capital.

Objetivo de isolamento político e expansão de diálogo

De acordo com aliados de Lula, a série de reuniões com os três governadores tem como objetivo principal isolar Jair Bolsonaro, trazendo para o debate político uma dinâmica mais inclusiva, com aliados e opositores compartilhando o mesmo espaço.

Ao mesmo tempo, essa iniciativa visa atrair apoiadores de Bolsonaro para um diálogo mais aberto, uma estratégia visando as eleições de 2026, após os resultados das eleições municipais de 2024. Em 2022, Minas Gerais foi o único estado do Sudeste em que Lula venceu, por uma margem apertada.

O encontro desta quinta-feira em Belo Horizonte inclui uma reunião privada entre Lula e Romeu Zema, atendendo a um pedido do governador mineiro, que deseja discutir questões estaduais com o presidente. Apesar das divergências políticas, Zema reiterou publicamente que defende o diálogo e que Lula é “bem-vindo” em Minas Gerais.

Lula chegou à Belo Horizonte na tarde de quarta-feira (6) e participou de um jantar com empresários no mesmo dia, antecedendo sua agenda política na capital mineira.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade
% (mm) Chance de chuva
20h00 Nascer do sol
20h00 Pôr do sol
Sex ° °
Sáb ° °
Dom ° °
Seg ° °
Ter ° °
Atualizado às 20h00
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,36 +0,04%
Euro
R$ 5,76 +0,03%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,75%
Bitcoin
R$ 379,382,34 -2,14%
Ibovespa
119,567,53 pts -0.31%
Publicidade