Publicidade

PF realiza operação dentro do Supermercado Nova Era, em Manaus

Várias viaturas e agentes chegaram ao local por volta das 5h40, acompanhados de servidores da Receita Federal.

20/09/2023 às 09h21
Por: Portal Holofote Fonte: Amazonas1
Compartilhe:
 Jander Robson/Portal do Holanda
Jander Robson/Portal do Holanda

A Polícia Federal deflagrou mais uma operação e está em uma unidade do Supermercado Nova Era, na avenida Torquato Tapajós, na manhã desta quarta-feira (20).

Várias viaturas e agentes chegaram ao local por volta das 5h40, acompanhados de servidores da Receita Federal.

No prédio, agentes conversaram com funcionários e foram até a parte interna do estabelecimento.

Em ação conjunta com a Receita Federal, foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva e 16 mandados de busca, além de outras medidas cautelares, nas cidades de Manaus, Anápolis (GO), Ilha Solteira (SP), Uberlândia (MG), Areia Branca (RN) e em três cidades do Pará, Ourilândia do Norte, Tucumã, e Santa Maria das Barreiras.

A Justiça também deferiu uma ordem de sequestro de bens no montante total de mais de R$ 5,7 bilhões. Em Manaus, a PF e a Receita cumpriram mandado na empresa Mercantil Nova Era.

Investigação no Amazonas identificou indícios de contrabando de ouro para Europa após a prisão em flagrante de pessoa que transportavam 35 quilos de ouro, e pretendiam entregar a dois norte-americanos, sócios de uma empresa em Nova Iorque.

A investigação revelou que a organização criminosa adquire ouro de terras indígenas e leitos de rios com uso de dragas e, por meio de fraude, declara que o ouro foi extraído em permissões de lavra garimpeira (PLG) regularmente constituídas.

Também foi identificado que o alvo principal realiza o esquentamento do ouro por um austríaco que se naturalizou brasileiro e afirma ter mais de mais R$ 20 bilhões em barras de ouro em um suposto país independente criado pelo próprio investigado.

Os investigados responderão pelos crimes de usurpação de bens da União, organização criminosa, lavagem de dinheiro, extração ilegal do ouro, contrabando, falsidade ideológica, receptação qualificada e outros tipos penais.

Em nota, o Mercantil Nova Era confirmou que “recebeu em seu prédio administrativo a visita de agentes da Polícia Federal (PF) com a finalidade de coletar informações relacionadas a vendas de exportações.”

A empresa afirmou que toda a equipe do MNE foi instruída de maneira a colaborar com a investigação da PF, fornecendo todos os documentos solicitados e acessos necessários.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade
% (mm) Chance de chuva
20h00 Nascer do sol
20h00 Pôr do sol
Sex ° °
Sáb ° °
Dom ° °
Seg ° °
Ter ° °
Atualizado às 20h00
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,36 +0,04%
Euro
R$ 5,76 +0,03%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,75%
Bitcoin
R$ 379,909,33 +0,20%
Ibovespa
119,567,53 pts -0.31%
Publicidade