Publicidade

Condenados por matar mulher grávida e ficarem com criança têm pedido de novo julgamento negado

O crime ocorreu em 2017 no município de Uatumã.

02/03/2023 às 11h09
Por: Portal Holofote Fonte: Am Post
Compartilhe:
Reprodução
Reprodução

O assassinato de uma mulher grávida, no município de Uatumã, no ano de 2017, levou Joelma Keila Santana da Silva e Alex da Silva Carvalho, acusados pelo homicídio, a serem condenados pelo Tribunal do Júri, em decisão que foi reavaliada pelo desembargador José Hamilton Saraiva dos Santos, em recurso de apelação dos condenados. Não houve decisão contrária à prova dos autos, firmou o relator em acórdão editado à unanim idade pela Segunda Câmara Criminal. O pedido de novo julgamento foi negado. Os fatos se revelaram quando a vítima foi encontrada morta, com o corte na barriga e sem o feto, que foi levado pelos acusados, após sua retirada vivo, em uma voadeira para a cidade de Itapiranga.

Segundo os autos, a acusada Joelma queria adotar um filho e contratou os serviços de Alex. Alex conhecia a vítima que estava grávida e teve a ideia de levar Joelma para procederem o ‘parto’. A vítima foi dopada e teve sua barriga cortada pelos acusados. Após o crime, ambos a colocaram num matagal, encontrada somente no dia seguinte.

Continua após a publicidade

Os acusados trabalharam com a tese de que o Tribunal do Júri os condenou em decisão manifestamente contrária à prova dos autos, pedindo a anulação do veredicto e a inclusão do processo em nova pauta do Júri. “Não se pode concluir que o julgamento foi manifestamente contrário às provas dos autos apenas porque foi prejudicial aos interesses da Defesa”, dispôs o Relator.

Ante as provas constantes no processo, os acusados não apenas foram os autores do crime, como agiram com ânimo de matar, e esta versão esteve suficientemente demonstrada com prova nos autos, o que permitiu que os jurados formassem sua convicção e editassem seus veredictos, firmou a decisão. As penas também foram mantidas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade
% (mm) Chance de chuva
20h00 Nascer do sol
20h00 Pôr do sol
Dom ° °
Seg ° °
Ter ° °
Qua ° °
Qui ° °
Atualizado às 20h00
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,25 +0,00%
Euro
R$ 5,66 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,03 +0,04%
Bitcoin
R$ 152,720,86 +0,81%
Ibovespa
98,829,27 pts 0.92%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade