°C °C
Publicidade

Estudante de medicina acusado de estuprar irmã é preso na Argentina

Polícia recebeu denúncias de que ele estaria foragido na Argentina desde 2021.

19/01/2023 às 12h45
Por: Portal Holofote Fonte: Am Post
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

Um ex-estudante de medicina de Teresina, condenado pelo estupro de uma irmã e uma prima, ambas com menos de 10 anos, foi preso na cidade de Mar del Plata, na Argentina, após mais de um ano foragido.

O suspeito estava na lista de alerta vermelho da Interpol desde que a polícia recebeu denúncias de que ele estaria foragido na Argentina desde 2021. Ele foi condenado no dia 7 de outubro do mesmo ano a um total de 33 anos de detenção.

O homem, que não terá identidade divulgada para preservar as vítimas, passou a ser investigado pela Polícia Civil quando uma prima dele, de 12 anos, contou à mãe que sofreu abusos sexuais, entre os 5 e os 10 anos. Com a revelação do primeiro abuso, a irmã dele, então com 9 anos, também contou sofrer estupros. Um terceiro caso chegou a ser investigado, mas foi arquivado por falta de provas.

Segundo o jornal argentino La Capital, a polícia local identificou que ele atuava como garçom em um restaurante do bairro de Palermo, em Buenos Aires, até saber da condenação e conseguiu fugir antes de ser capturado pelas autoridades argentinas.

Após meses de investigação, inclusive dos rastros online do piauiense, a polícia conseguiu localizá-lo próximo a um shopping que ele frequentava, no município de Mar del Plata.

Segundo a imprensa internacional, o suspeito está detido em uma carceragem da Polícia Federal em Mar de Plata e os trâmites administrativos são realizados para que ele seja extraditado para o Brasil.

Em nota, a Polícia Civil do Piauí afirmou que o suspeito usava uma identidade falsa para se esconder e foi encontrado após diligências em ambiente cibernético e em campo.

“A Polícia Civil do Piauí manifesta sinceros agradecimentos às representações brasileira e argentina da Interpol, ao ‘Cuerpo de Investigaciones Judiciales (CIJ) del Ministerio Público Fiscal de la Ciudad Autónoma de Buenos Aires’ e à Polícia Federal Argentina pelo apoio irrestrito e diligente durante as ações policiais realizadas”, diz posicionamento.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade
% (mm) Chance de chuva
20h00 Nascer do sol
20h00 Pôr do sol
Seg ° °
Ter ° °
Qua ° °
Qui ° °
Sex ° °
Atualizado às 20h00
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,11 -0,06%
Euro
R$ 5,55 -0,04%
Peso Argentino
R$ 0,03 +0,12%
Bitcoin
R$ 128,782,28 +2,66%
Ibovespa
112,316,16 pts -1.63%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade