°C °C
Publicidade

Cantor foi morto com 21 tiros em Manaus porque estava em carro semelhante ao de traficante marcado por rivais

O crime ocorreu na noite do dia 4 de janeiro deste ano, no bairro Colônia Santo Antônio, zona norte de Manaus.

17/01/2023 às 11h31
Por: Portal Holofote Fonte: Blog do Hiel Levy
Compartilhe:
Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), deflagrou operação na sexta-feira (13/01), que resultou nas prisões de Wala Lourenco Ferreira, 29, conhecido como “BH”, e Gabriel Mendes Ferreira, 21, o “Dedinho”, envolvidos na morte do cantor sertanejo Igor Moreira de Lima, que tinha 29 anos, e foi executado com cerca de 20 disparos de arma de fogo. O crime ocorreu na noite do dia 4 de janeiro deste ano, no bairro Colônia Santo Antônio, zona norte de Manaus.

No decorrer das diligências, foram apreendidos entorpecentes, munições, uma motocicleta roubada, rádios comunicadores e o veículo utilizado no crime.

Durante coletiva de imprensa, realizada na sede da DEHS, o delegado Ricardo Cunha, titular da unidade policial especializada, destacou que esse é mais um trabalho bem sucedido pelas equipes da DEHS, que em 10 dias de investigação conseguiram efetuar as prisões desses dois criminosos.

“Logo após o delito, iniciamos as investigações e conseguimos identificar os autores desse delito. Prendemos Wala e Gabriel, agora seguimos à procura dos outros dois envolvidos”, disse Cunha. 

O delegado Daniel Antony, adjunto da DEHS, relatou que as investigações apontaram que o cantor Igor foi morto por engano. Segundo ele, os criminosos estavam atrás de um desafeto que faz parte de um grupo criminoso rival, e pelo fato de Igor estar em um veículo com características semelhantes, foi morto com cerca de 20 tiros. 

“No momento da ação criminosa, Wala foi o motorista do veículo que deu fuga ao grupo, ‘Dedinho’ e Patrick de Lima Batista, chamado de ‘PK’, foram os executores; e Jânio Pacheco de Sales, conhecido como ‘Pica Pau’, o mandante”, detalhou Antony.

Procurados

Jânio Pacheco de Sales, conhecido como “Pica Pau”, e Patrick de Lima Batista, o “PK”, estão sendo procurados.

Informações devem ser repassadas ao número (92) 98118-9535, disque-denúncia da DEHS, ou pelo 181, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM). 

Prisões 

Gabriel foi preso no beco Paquetá, comunidade Vale do Sinai, bairro Cidade Nova; já Wala no bairro Colônia Santo Antônio, no mesmo bairro onde o crime ocorreu.

Durante a prisão de Gabriel foram encontradas diversas porções de maconha e oxi, munições, e uma motocicleta roubada. Já com Wala foi apreendido o veículo utilizado no delito.

Os mandados de prisão temporária foram expedidos no dia 12 de janeiro deste ano, pelo juiz Eliezer Fernandes Júnior, no Plantão Criminal. 

Wala e Gabriel já possuem passagem pela polícia por tráfico de drogas e roubo.

Procedimentos 

Ambos responderão por homicídio qualificado. Gabriel também foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e posse de munições. Eles serão encaminhados à audiência de custódia e ficarão à disposição do Poder Judiciário. 

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade
% (mm) Chance de chuva
20h00 Nascer do sol
20h00 Pôr do sol
Seg ° °
Ter ° °
Qua ° °
Qui ° °
Sex ° °
Atualizado às 20h00
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,11 -0,06%
Euro
R$ 5,55 -0,04%
Peso Argentino
R$ 0,03 +0,12%
Bitcoin
R$ 128,905,54 +2,76%
Ibovespa
112,316,16 pts -1.63%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade