Publicidade

Alexandre de Moraes suspende decretos de Bolsonaro contra ZFM

Veja o que foi suspenso na prática!

06/05/2022 às 15h17
Por: Portal Holofote Fonte: Direto ao Ponto
Compartilhe:
Reprodução/Internet
Reprodução/Internet

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, atendeu nesta sexta-feira (6), a ação movida pelo Solidariedade, a pedido da bancada federal amazonense e suspendeu, liminarmente, os efeitos nocivosà Zona Franca de Manaus (ZFM) contra os decretos publicados pelo Governo Federal.

A decisão de Moraes suspendeu, integralmente, o decreto que reduziu a zero a alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) do Polo de Concentrados e suspendeu também, de forma parcial, o decreto que reduzia em 35% o IPI para a totalidade da indústria brasileira e mantinha, em 25% a redução para produtos fabricados na Zona Franca de Manaus que fossem produzidos em outros Estados.

Na suspensão parcial, Moraes determinou que fiquem de fora da redução da alíquota todos os produtos que passam pelo Processo Produtivo Básico, ou seja, que estão instalados na Zona Franca de Manaus. Isso garante a vantagem competitiva da Zona Franca de Manaus sem afetar a redução pra produtos nao fabricados aqui, como fogões, geladeiras e carros.

O ministro considerou que “a redução de alíquotas nos moldes previstos pelos Decretos impugnados, sem a existência de medidas compensatórias à produção na Zona Franca de Manaus, reduz drasticamente a vantagem comparativa do polo, ameaçando, assim, a própria persistência desse modelo econômico diferenciado constitucionalmente protegido”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade
% (mm) Chance de chuva
20h00 Nascer do sol
20h00 Pôr do sol
Sáb ° °
Dom ° °
Seg ° °
Ter ° °
Qua ° °
Atualizado às 20h00
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,45 -0,04%
Euro
R$ 5,84 -0,04%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,54%
Bitcoin
R$ 369,511,87 -1,79%
Ibovespa
120,445,91 pts 0.15%
Publicidade