Sexta, 05 de Março de 2021 18:24
(92) 99183-2565
Saúde CoronaVac

Anvisa libera mais 4,8 milhões de doses da Coronavac de forma unânime

Anvisa já havia aprovado o uso emergencial de doses importadas do laboratório chinês Sinovac. Agora, avaliou a vacina produzida no Brasil

22/01/2021 15h54
104
Por: Fernanda Souza Fonte: Metrópoles
Reprodução
Reprodução

Em reunião com a Diretoria Colegiada, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu, por unanimidade dos cinco diretores, na tarde desta sexta-feira (22/1), liberar o segundo pedido de uso emergencial da vacina Coronavac feito pelo Instituto Butantan. Com a decisão, está permitida a distribuição de mais 4,8 milhões de doses do imunizante.

Primeira a se posicionar, a Gerência-Geral da agência recomendou a aprovação do uso emergencial, “condicionada ao monitoramento das incertezas e reavaliação periódica”.

Logo depois, foi a vez de o chefe da Coordenação de Inspeção e Fiscalização de Insumos Farmacêuticos, Fabrício Carneiro de Oliveira, dar seu parecer. Ele também recomendou a liberação do uso emergencial das novas doses.

Depois das áreas técnicas, a relatora do pedido, Meiruze Souza Freitas, defendeu a aprovação do uso emergencial do novo lote, avaliando que os documentos apresentados pelo Butantan demonstram que o imunizante produzido no Brasil “se mantém nas mesmas condições” da vacina produzida em solo chinês.

A servidora, contudo, reforçou a necessidade de o instituto “seguir produzindo e fornecendo dados”, como novos estudos em subgrupos não avaliados nos testes clínicos (como grávidas e menores de 18 anos) para que seja possível o registro permanente do imunizante futuramente junto à Anvisa. Na avaliação da servidora, ficou entendido que o efeito benefício/risco da vacina é “satisfatório”.

“Estudos complementares pós-autorização são fundamentais, principalmente, para avaliar o perfil de segurança em populações e subgrupos não contemplados nos ensaios clínicos fase 3. Populações essas que podem vir a ser vacinadas pelo Programa Nacional de Imunização”, ponderou.

Os diretores Rômison Rodrigues Mota e Alex Machado Campos acompanharam a relatora e votaram a favor do uso emergencial das novas doses, deixando o placar em 3 x 0 pela liberação.

Sob a justificativa de que a vacina é um “pacto social necessário para voltarmos a normalidade”, a diretora Cristiane Rose Jourdan Gomes acompanhou o voto da relatora, Meiruze Sousa Freitas, e fez 4 x 0 pelo uso emergencial.

Ao votar, e formar unanimidade pela liberação, o diretor-presidente Antonio Barra Torres, que já foi militar, comparou o trabalho na agência com o tempo em que esteve na Marinha do Brasil. “Servidores têm feito um trabalho incansável. [Momento] semelhante ao que vivi durante mais de três décadas na Marinha do Brasil. Me irmano com todos os especialistas e servidores dessa casa, e relato meu profundo orgulho de poder estar neste mesmo fronte de embate, lado a lado com os senhores”.

Para decidir, a Anvisa analisou um documento enviado pelo instituto que tinha mais de 900 páginas.

Vale lembrar que no último domingo (17/1) a Anvisa já havia dado o aval para aplicação de 6 milhões de doses do imunizante. Ocorre, contudo, que a vacina em questão era originária do laboratório chinês da Sinovac. Desta vez, a agência avalia as doses produzidas no Brasil.

Na ocasião, os diretores da agência reguladora votaram todos a favor dos pedidos de uso emergencial. A escolha ocorre por maioria simples.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Especial Covid-19
Sobre Especial Covid-19
Página especial com informações e notícias da pandemia causada pelo novo coronavírus.
Manaus - AM
Atualizado às 19h07 - Fonte: Climatempo
26°
Muitas nuvens

Mín. 23° Máx. 30°

28° Sensação
7 km/h Vento
84% Umidade do ar
90% (12mm) Chance de chuva
Amanhã (06/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 29°

Sol com muitas nuvens e chuva
Domingo (07/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 29°

Sol com muitas nuvens e chuva