Publicidade

David Almeida anuncia ex-secretário de José Melo para comandar a Semef

‘Ló’ responde a processo nas áreas cível e criminal.

29/11/2020 às 20h01 Atualizada em 29/11/2020 às 20h14
Por: Portal Holofote Fonte: Portal Holofe
Compartilhe:
Arte: Portal Tucumã
Arte: Portal Tucumã

Após o resultado das urnas na noite deste domingo (29), em Manaus, o prefeito eleito David Almeida, do Avante, anunciou quem será o novo titular da Secretaria Municipal de Finanças e Tecnologia da Informação (Semef). Trata-se de Luiz Gonzaga Campos de Souza, conhecido como Ló. O novo titular foi secretário de Administração durante a gestão do ex-governador do Amazonas José Melo, que teve o mandato cassado e foi preso por ter liderado um esquema que desviou milhões da área da saúde do Amazonas, segundo investigações da Polícia Federal. A Semef é a secretaria responsável por realizar os pagamentos do município.

David planejava nomear Ló desde 2018

Em 2018, durante a campanha eleitoral para governador, o então candidato David Almeida, a época no PSB, anunciou, em entrevista ao Portal A Crítica, que, se eleito, iria nomear ‘Ló’ para ser secretário da Fazenda.

‘Ló’ responde a processo nas áreas cível e criminal. Na área criminal foi condenado em primeira instância e recorreu da decisão. Os processos são por improbidade administrativa quando secretário municipal de Trabalho do município de Manaus. Ele foi denunciado, junto com outros servidores, por criar grupo de trabalho para nomeação ilegal de pessoas, inclusive, com indícios da ‘nomeação’ de servidores fantasmas, conforme indica depoimento no processo.

Gonzaga faz parte do grupo do ex-secretário de Fazenda do Estado Afonso Lobo, nos governos de Melo e Omar Aziz, depois exonerado após notícias de que era sócio de uma empresa de perfumaria que obteve incentivos fiscais do Estado, quando ele estava ocupando a pasta e seus ex-sócios tinham contratos de fornecimento de medicamentos para o Governo do Amazonas. Lobo também foi presos no âmbito da operação Maus Caminhos, acusado de receber propina do médico Mouhamad Moustafa, dono do Instituto Novos Caminhos, líder do esquema que a Polícia Federal denunciou por desvios de mais de R$ 100 milhões da saúde do Amazonas.

‘Ló’ é requerido na Ação Civil de Improbidade Administrativa 0365594-53.2007.8.04.0001 (001.07.365594-6), por dano ao erário, que tramita desde 2007 na 5 ª Vara da Fazenda Pública e na Petição 0202402-02.2011.8.04.0001, por Improbidade Administrativa, que tramita desde 2011, na 4ª Vara Criminal, segundo busca no site do Tribunal de Justiça do Amazonas.

com informações do Portal A Crítica e Portal Parintins 24H

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.