Sábado, 06 de Junho de 2020 21:47
(92) 99183-2565
Brasil Suposta agressão

Com olho roxo, João de Deus diz ter sido espancado na prisão

Conforme afirma o advogado do médium, esse foi um dos motivos que levaram a Justiça a autorizar que ele passasse para o regime domiciliar

04/04/2020 19h04
1.889
Por: Portal Holofote Fonte: Metrópoles
Igor Estrela/Metrópoles
Igor Estrela/Metrópoles

Condenado a mais de 40 anos de prisão por crimes sexuais, o médium João de Deus, 77 anos, diz ter sido alvo de agressão no complexo penitenciário de Aparecida de Goiânia (GO), onde cumpria pena até 30 de março, quando teve a prisão domiciliar concedida. As informações são da revista Veja e foram confirmadas pelo Metrópoles.

Conforme conta o advogado de João de Deus, Anderson Van Gualberto de Mendonça, apesar de muitas pessoas terem considerado que o condenado teve prisão domiciliar concedida por motivos de saúde, tratou-se de uma coincidência.

“O pedido foi feito antes de começar a crise do coronavírus, no final de fevereiro. Acabou coincidindo, na verdade, a mudança do regime com o coronavírus por causa dos vários atrasos na Justiça que a doença causou”, explica.

Segundo Mendonça, o cliente dele apareceu com vários hematomas e a própria juíza Rosângela Rodrigues dos Santo tomou a decisão de pedir avaliação da perícia e conceder o regime domiciliar. “O olho dele estava roxo, tinha várias escoriações no rosto e no corpo”, afirma.

Laudo médico

O laudo médico obtido pela revista Veja detalha que o médium “foi vítima de agressão física, com lesão na face, localizada na pálpebra inferior direita, causada por instrumento contundente”. A mesma constatação foi feita, de acordo com a publicação, por um representante do Conselho da Comunidade de Execução Penal de Aparecida de Goiânia.

“Em conversa recente com este representante, João de Deus disse ter recebido ‘um soco’, mas na presença dos agentes penitenciários ele ficou receoso de ser espancado novamente e disse ter sido vítima de uma queda ao sair de sua cama. A agressão teria ocorrido no início do mês passado”, relata a Veja.

Procurada, a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) de Goiás informou que João de Deus “recebeu toda a assistência necessária enquanto estava no local”. De acordo com o órgão estadual, “diversas oitivas em conjunto com advogados foram realizadas , momentos em que o detento afirmou que hematomas haviam sido causados devido a quedas”.

As informações das oitivas, diz o DGAP, “foram assinadas pelo custodiado, defensores, representantes judiciais, além do diretor da unidade. Dessa forma, a direção do presídio informa que não procede as informações indicadas por este veículo de comunicação”.

Por fim, a direção da Casa de Prisão Provisória (CPP) de Aparecida de Goiânia informou “que o custodiado não apresentou nenhuma queixa sobre hematomas”.

Prisão domiciliar

A juíza Rosângela Rodrigues dos Santos, da Comarca de Abadiânia, concedeu prisão domiciliar ao médium João de Deus.

A decisão foi proferida na quinta-feira (26/03) e impõe restrições a João de Deus, como a entrega do passaporte ao Judiciário, uso de tornozeleira eletrônica e proibição de frequentar a casa Dom Inácio de Loyola, onde ele atendia. A magistrada destacou ainda que médium não poderá manter contato com as vítimas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 20h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (07/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Segunda (08/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °