BANNER GOV 01
BANNER GOV 05
BANNER GOV 04
Brincadeira fatal

Pais de menina morta em brincadeira alertam: "Não brinquem disso"

A filha do casal morreu em uma “brincadeira” conhecida como roleta-russa humana, em que duas pessoas ajudam uma terceira a dar uma cambalhota.

19/02/2020 13h54
Por: Jéssyca Seixas
Fonte: G1
118
Divulgação
Divulgação

Os pais da adolescente Emanuele Medeiros, de 16 anos, morta no final do ano passado após bater a cabeça no chão durante uma “brincadeira” na escola, alertaram as crianças a não brincarem do “desafio da rasteira“.

“Pedimos aos adolescentes que não participem dessa brincadeira, não brinquem disso. Isso pode matar”, disseram Manoel da Costa e Maria Rita, em entrevista no portal G1.

Os pais da menina contaram ainda estarem com saudades de Emanuele. “Ela me ajudava muito. O coração tá apertado, muita tristeza”, desabafou a mãe.

A filha do casal morreu em uma “brincadeira” conhecida como roleta-russa humana, em que duas pessoas ajudam uma terceira a dar uma cambalhota. Ela bateu a cabeça no chão e sofreu traumatismo craniano.

Nas últimas semanas, uma outra “brincadeira” batizada de “desafio da rasteira” viralizou nas redes sociais. Nesta, duas pessoas derrubam uma terceira, que acaba caindo de costas no chão.

A disseminação de vídeos promovendo essas “brincadeiras” levou a Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN) a emitir um comunicado de utilidade pública.

A entidade médica avisa que a brincadeira pode provocar “lesões irreversíveis ao crânio e encéfalo, além de danos à coluna vertebral”.

Os profissionais da área reforçam que os tombos do “desafio” podem causar problemas para o desempenho cognitivo, fraturas nas vértebras, prejuízos para os movimentos do corpo e, em casos mais graves, até óbitos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Manaus - AM
Atualizado às 16h54
26°
Muitas nuvens Máxima: 30° - Mínima: 24°
28°

Sensação

6 km/h

Vento

89%

Umidade

Fonte: Climatempo
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas