E-mail

ola@portalholofote.com

WhatsApp

(92) 99183-2565

Apa Móveis/Pneu Forte - 728x90
Coronavírus

Possíveis casos de coronavírus em Manaus serão tratados no Hospital Delphina Aziz

A unidade hospitalar foi escolhida como unidade de referência para tratamento, caso haja um possível surto da doença na capital amazonense

29/01/2020 16h21
Por: Fernanda Souza
Fonte: D24Am
163
Reprodução
Reprodução

O Hospital Delphina Aziz, na Avenida Torquato Tapajós, bairro Colônia Terra Nova, na zona norte, foi escolhido como unidade de referência para tratamento de possíveis casos de coronavírus, em Manaus, segundo afirmou a gerente do Comitê de Informações Estratégicas da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS), Liane Socorro Souza.

De acordo com a gerente, a unidade está equipada e com profissionais preparados para atender um possível surto da doença na capital.

“A FVS já reuniu com a Anvisa para conferir e orientar todos os fluxos e protocolos internacionais, medidas sanitárias de bloqueio, como detecção de um caso suspeito de uma aeronave que seja procedente da China, quais são as medidas que devem ser tomadas diante de um caso suspeito. Se nós tivermos um paciente com suspeita de coronavírus, a nossa referência é o Hospital Delphina”, acrescentou.

A gerente falou, ainda, que, até o momento, não há nenhum caso confirmado da doença no Brasil e nem no Amazonas. Ela alertou sobre a divulgação de notícias falsas em torno do caso.

“Essas notícias não são fidedignas. É importante que haja um filtro por parte das pessoas que estão divulgando essas informações de fontes não oficiais, que acabam causando o pânico na população”, disse.

Liane Socorro disse, também, que a FVS já emitiu um alerta para todas a unidades públicas e privadas do Estado, orientado todos os profissionais e reforçando os fluxos e protocolos.

“As unidades de saúde estão todas preparadas para informar sobre a diferença entre uma síndrome respiratória aguda grave de uma síndrome gripal”, pontuou.

Sobre a diferença entre as duas síndromes, a gerente da FVS explicou que a síndrome grupal tem sintomas leves, como febre, tosse e dor de garganta, podendo ser tratada em casa. Já a síndrome respiratória aguda grave, além desses sintomas, o paciente também apresenta o desconforto respiratório, dispneia e a saturação de oxigênio começa a cair. Nesse caso, o paciente precisa de internação.

Apesar de os sintomas do coronavírus ainda serem um pouco desconhecidos, Liane afirmou que a rede de saúde do Estado está preparada para atender possíveis pacientes que apresentem o vírus.

“Nós já temos bastante material que recebemos do Ministério da Saúde, para atualizarmos todos os nossos profissionais de saúde em relação ao coronavírus. Mas, como eu falei antes, nós não temos ainda caso confirmado no Brasil, temos apenas casos suspeitos aguardando o resultado para confirmação do diagnóstico. Aqui no Amazonas nós não temos casos suspeitos, mas o protocolo é o mesmo para síndrome respiratória aguda grave”, pontuou.

Manaus - AM
Atualizado às 01h30
29°
Nuvens esparsas Máxima: 32° - Mínima: 24°
33°

Sensação

15 km/h

Vento

79%

Umidade

Fonte: Climatempo
Pneu Forte - 300x250
Últimas notícias
Mais lidas