E-mail

ola@portalholofote.com

WhatsApp

(92) 99183-2565

Apa Móveis/Pneu Forte - 728x90
Agressão

Modelo que agrediu mulher em restaurante no Jockey Club de SP diz estar arrependida

A confusão ocorreu durante uma discussão na fila do banheiro do restaurante

20/01/2020 15h45Atualizado há 1 mês
Por: Fernanda Souza
Fonte: O Dia
679
Reprodução
Reprodução

A modelo Fernanda Bonito, de 27 anos, afirmou estar arrependida de ter agredido a consultora imobiliária Milka Borges após uma briga no restaurante Iulia, no Jockey Club de São Paulo, no último dia 11. Segundo Fernanda, ela não teve a intenção de causar sofrimento à vítima. As informações são do Portal G1.

A confusão ocorreu durante uma discussão na fila do banheiro do restaurante. Milka afirma ter tomado 90 pontos no rosto e feito cirurgias para recuperar movimentos do rosto após ter sido atingida por um copo de vidro, que foi jogado pela modelo.

Em nota enviada por e-mail ao G1, Fernanda admitiu que atirou um objeto contra a consultora imobiliária depois de também ter sido agredida.

“Eu me desentendi com outras frequentadoras porque, sem querer e perceber, passei em sua frente na fila do banheiro, eu errei; disso nasceu uma discussão entre eu e duas moças, com uma delas ocorreu uma agressão mútua, sendo que ela tentou me imobilizar; escapei e para me defender, porque ela era bem maior que eu, joguei nela o primeiro objeto que vi pela frente”, escreveu a modelo.

“Sinceramente me arrependo do ocorrido, mesmo tendo eu também sofrido alguns ferimentos, eu não queria causar aquela lesão e o sofrimento dessa moça”, afirmou. “Lamento profundamente e tentarei de todas as maneiras me retratar do ocorrido!!!”, conclui a modelo.

Ainda de acordo com o G1, Fernanda é namorada de Rodrigo Lima, um dos sócios do restaurante. Milka fez duas cirurgias e diz que está tomando vários remédios e fazendo drenagens, na tentativa de recuperar os movimentos da face.

Também em nota, o restaurante Iulia informou que “os funcionários atuaram para acalmar os ânimos, bem como oferecer assistência inicial à Milka, para conduzi-la ao hospital”. Disse ainda que “Fernanda Bonito não é sócia do negócio e deverá responder pela consequência de seus atos”.

O caso foi registrado na 34ª Delegacia de Polícia da Vila Sônia, zona sul de São Paulo, onde um inquérito foi aberto para investigar o caso.