Apa Móveis/Pneu Forte - 728x90
Novo Canal Livre

Programa Canal Livre volta a ser exibido após sucesso de série no Netflix

A estreia aconteceu nesta quarta-feira (15) e mais de 10 mil pessoas acompanharam a transmissão que aconteceu no Facebook.

16/01/2020 09h54Atualizado há 5 dias
Por: Fernanda Souza
Fonte: Observatório da Televisão
581
Reprodução
Reprodução

Willace Souza, filho de Wallace Souza, resolveu ‘ressuscitar’ o Canal Livre, programa que foi um verdadeiro fenômeno no Amazonas e suplantou a audiência da TV Globo no estado ao longo dos anos em que foi exibido. Mas desta vez a atração está no ar pela internet. A estreia aconteceu nesta quarta-feira (15) e mais de 10 mil pessoas acompanharam a transmissão que aconteceu no Facebook. 

O extinto programa Canal Livre era exibido na TV Rio Negro, que hoje é a Band Amazonas. A atração ficou no ar entre o fim da década de 90 até meados de 2008, quando um grande escândalo envolvendo o apresentador e deputado Wallace Souza, foi divulgado pela imprensa.

Mais de 20 anos depois do fim do programa, a Netflix resolveu abordar a história da atração e do apresentador Wallace Souza em uma série. A produção, disponível para os assinantes do sistema de streaming mostra toda saga da família Souza. Intitulado Bandidos na TV, a série foi um sucesso e uma das produções mais assistidas da plataforma no ano passado e teve alta repercussão nas redes sociais.

O seriado conta de forma mesclada a versão da família e do Ministério Público, e não deixa claro quem de fato é o vilão da história baseada em fatos reais. Após a morte de Wallace, boa parte da capital amazonense, acredita que o deputado era inocente e que foi perseguido politicamente, assim, a família Souza voltou a ganhar apoio popular.

Para quem não conhece a história do Canal Livre e nem assistiu a série Bandidos na TV, o programa mostrava assassinatos brutais e tinha seu lado assistencialista, além do humor, tudo isso na hora do almoço. Não é exagero dizer que o estado parava na frente da TV. A polícia acusou Wallace Souza de mandar assassinar rivais e exibir os crimes em seu programa de TV.

O caso foi explorado pela imprensa local e nacional. Até emissoras americanas chegaram a retratar o caso como “O apresentador que mandava matar para ter audiência”. Aos poucos e com diversas acusações, Wallace perdeu apoio popular e político. Chegou a ser cassado, perdendo assim seu mandato de deputado estadual. Ele morreu em 2009 sem nunca ter sido efetivamente julgado pelos supostos crimes.

Agora, seu filho, Willace Souza aproveita a oportunidade e traz de volta o sucesso de outrora. Na estreia, ele chorou ao entrar no palco e mostrou um VT que homenageia o pai, idealizador da atração.

A equipe de reportagem conversou com Williace que revelou porque resolveu voltar com programa: “Eu resolvi voltar por ser um legado do meu pai, tenho certeza que ele ia estar muito feliz de trazer de volta uma coisa que ele construiu com muita determinação e coragem, por tudo que ele fez pelas pessoas, pelo social, enfim pelo meu pai. Tô feliz em voltar neste formato virtual”, destacou.

Willace afirmou que os planos não param na web: “Temos a pretensão de voltar para TV porque a TV tem um alcance maior, mas tenho certeza que Deus vai permitir que a gente volte para TV”, aposta. Na internet, o programa também trouxe os personagens ‘Dom Chicote e Galerito’.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.