Sexta, 29 de Maio de 2020 06:43
(92) 99183-2565
Polícia Crime

Manaus registra 53 mortes violentas nos primeiros 13 dias do ano

Os crimes aconteceram em zonas distintas da capital e tiveram diversas características, dentre elas tortura, asfixia, agressão física e mortes por armas de fogo e armas brancas.

13/01/2020 16h35
200
Por: Jéssyca Seixas Fonte: Em Tempo
Divulgação
Divulgação

O começo de 2020 foi marcado por crimes brutais em Manaus e nos primeiros 13 dias do ano, foram registradas 53 mortes com requintes de violência. Os casos aconteceram em zonas distintas da capital e tiveram como vítimas mulheres, criança, vítima de bala perdida; adolescentes e, em muitos dos casos, jovens envolvidos com o tráfico de drogas. Também foi registrado dois triplos homicídios. Dentre as características das mortes: tortura, asfixia, agressão física e mortes por armas de fogo e armas brancas.

Criança vítima de bala perdida

Renan Souza Gomes, de apenas 9 anos, morreu, na noite da última quinta-feira (9), após ser atingido por uma bala perdida durante um confronto entre criminosos na rua Amazonas, bairro Novo Aleixo, Zona Norte de Manaus. A criança estava brincando com amigos na frente da casa onde morava quando tudo aconteceu. Renan foi atingido por um tiro na região lombar e ainda chegou a ser socorrido e encaminhado do Hospital e Pronto-Socorro da Criança, na Zona Leste – Joãozinho, mas não resistiu aos ferimentos.

Adolescentes

O primeiro homicídio registrado em 2020 foi o do adolescente Josimar Santos Souza, de 17 anos. A vítima foi atingida por sete tiros por volta das 5h do dia 1º de janeiro, no bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus. O adolescente ainda chegou ser socorrido e conduzido ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Joventina Dias, naquele mesmo bairro, mas não resistiu aos ferimentos. Não há informações sobre a motivação do crime.

Na quarta-feira (8), Rômulo Cezar Costa da Silva, de 17 anos, foi assassinado com quatro tiros em um beco na rua Aterro, bairro Betânia, Zona Sul de Manaus. Informações preliminares dão conta de que o adolescente possivelmente teria envolvimento com o tráfico de drogas na região.

Mulheres

A engenheira Andréia Defaveri Vasconcelos, de 46 anos, foi encontrada morta na tarde do dia 4 de janeiro de 2020, dentro de um veículo modelo Honda Civic, de cor prata e placas JXS-6773, no estacionamento do Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto, na avenida Mário Ypiranga, bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul.

O corpo estava com uma espécie de "cordão" enrolado no pescoço. Inicialmente o caso foi tratado como morte natural ou um possível suicídio, mas, após análise do corpo, o homicídio foi confirmado. Na última quinta (9), um funcionário dela, identificado como Jeferson Borges de Souza, de 34 anos, foi preso pela autoria do crime.

Walcimara da Cruz Vasconcelos, de 23 anos, foi encontrada morta na manhã de quinta-feira (9), nas proximidades de uma ponte na rua José Francisco, bairro Tancredo Neves, Zona Leste de Manaus.

A mulher estava seminua e foi morta com três tiros na cabeça. O crime mostrava sinais de tortura, pois o cadáver estava com um pano enrolado no pescoço. 

Triplos homicídios

Vítimas de um triplo homicídio, Jasson dos Santos Carneiro, de 32 anos; Phillip Araújo Pinheiro, de 27 anos, e o adolescente Carlison Vinícius Lima de Oliveira, de 17 anos, foram torturados e abandonados na última segunda-feira (6), dentro de um carro, modelo Ford Ka, de placas QZB-6J68, em uma área de mata na rua Cachoeira do Niágara, bairro Novo Aleixo, Zona Norte de Manaus. No local, Jasson e Carlison já estavam mortos. Já Phillip ainda chegou a ser socorrido, mas morreu horas depois no HPS João Lúcio, Zona Leste de Manaus.

Na cena do crime, todos os três estavam com mãos e pés amarrados e com mordaças na boca. Jasson foi morto com mais de dez facadas na cabeça, nas costas e no pescoço. Carlison foi morto com dois tiros, sendo um na cabeça e um nas costas e Phillip foi morto com um tiro na cabeça.

Anderson Costa da Silva, de 28 anos; Mário Antônio Leite Nunes, de 19 anos, e Thiago Bruno Maia Brito, de 20 anos, além de um outro homem - que não teve a identidade revelada - foram alvos de um ataque criminoso na manhã do último sábado (11), por volta das 11h, em um bar situado na avenida Presidente Kennedy, bairro Educandos, Zona Sul de Manaus. 

Na ocasião, criminosos chegaram em um carro preto e atiraram contra as vítimas. Anderson e Mário morreram na hora. Já Thiago e o  outro homem foram socorridos e encaminhados a uma unidade hospitalar, mas Thiago morreu horas depois.

Segundo o delegado Guilherme Antoniazzi, plantonista da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), as informações recolhidas no local de crime apontaram que a motivação do ataque foi um acerto de contas do tráfico de drogas.

Curiosos

O corpo de uma mulher, ainda não identificada, foi encontrado em estado de decomposição na noite da última segunda-feira (6), dentro de uma caixa d’água que abastecia uma vila de quitinetes na rua Cacau Pirêra, no bairro São José Operário, Zona Leste de Manaus.

Segundo a polícia, a mulher estava de bruços na caixa d’água e havia sido morta há pelo menos dois dias. Testemunhas relataram que a vítima seria acompanhante de um morador do prédio e iria até o local frequentemente para consumir bebidas alcoólicas com o homem. Depois do crime, os moradores limparam e descartaram a caixa d’água.

Matheus Carmo dos Santos, de 25 anos, foi encontrado na manhã do último domingo (5), com o rosto completamente desfigurado. O caso aconteceu em uma área de mata na estrada da Vivenda Verde, no bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus. Na cena do crime, um cenário de briga e discussão. A vítima foi morta a pauladas.

Acerto de contas

Amalyson Costa da Silva, de 32 anos, o “Loirinho”, foi morto na noite de segunda-feira (6), por volta das 21h, com, pelo menos, quatro tiros. O crime aconteceu no beco da Bica, situado na rua Artur Neto, no bairro Armando Mendes, Zona Leste de Manaus. O jovem, que era ex-detento e envolvido com o tráfico de drogas, foi surpreendido por dois homens - que começaram a persegui-lo - em um escadão. Loirinho teria tentado correr, mas foi atingido com os tiros na região do abdômen e morreu no local.

O detento do regime semiaberto Idalvan Martins da Silva, de 33 anos, foi executado com sete tiros na noite de sexta-feira (3), por volta das 20h. O crime aconteceu na rua E14, no bairro Nova Esperança, Zona Oeste de Manaus. Idalvan seria integrante da Família do Norte (FDN) e pode ter sido mais uma vítima da guerra do tráfico.

Segundo informações de testemunhas, Idalvan estaria caminhando em via pública quando ocupantes de um carro, ainda não identificado, desceram do automóvel e efetuaram vários disparos de arma de fogo contra ele. Idalvan ainda tentou correr, mas acabou caindo e morrendo no local.

Esgotamento

O corpo de Natan Felipe Silva de Souza, de 23 anos, foi encontrado dentro de um saco às margens da rua Hibisco, no bairro Distrito Industrial 2, Zona Leste de Manaus. O fato aconteceu por volta das 7h de segunda-feira (6). 

Trabalhadores que passavam pela via avistaram o saco e acionaram a polícia. O homem estava com um corte profundo no pescoço e com uma perfuração de arma de fogo na perna. A polícia acredita que os assassinos tentaram decapitar a vítima, mas acabaram desistido e a deixando com esgorjamento. Os criminosos amararam o corpo e colocaram dentro de um saco.  

Todos os casos citados na reportagem estão sendo investigados pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). A expectativa é que as mortes violentas do mês de janeiro ultrapassem as 73 registradas no primeiro mês do ano de 2019, tendo em vista que apenas nos dez primeiros dias do ano, mais de metade do número já foi ultrapassado.

Operação 

Por determinação do governador Wilson Lima, os órgãos do sistema de segurança pública do Amazonas deflagram na manhã desta segunda-feira (13) operação integrada em toda a capital com aumento de ações de repressão ao crime. A ação deve se estender por toda a semana, com barreiras de fiscalização, incursões em regiões vermelhas para apurar denúncias de tráfico de drogas.

Nesse primeiro dia, além do efetivo ordinário já previsto, a capital contará com reforço policial nas ruas de cerca de 500 policiais civis e militares.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Manaus - AM
Atualizado às 07h33 - Fonte: Climatempo
25°
Nevoa úmida

Mín. 22° Máx. 32°

25° Sensação
6 km/h Vento
94% Umidade do ar
90% (12mm) Chance de chuva
Amanhã (30/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Domingo (31/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 31°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.