Apa Móveis/Pneu Forte - 728x90
Flagrante

Policiais militares são presos por suspeita de extorsão e roubo de cargas no AM

Um capitão identificado como Zaranza e um cabo conhecido por S. Freitas são suspeitos de integrarem uma quadrilha de ao menos 8 pessoas que praticavam extorsão, roubos de caminhões de carga, além de sequestros na AM-010, em Rio Preto da Eva

03/12/2019 09h05
Por: Fernanda Souza
Fonte: Acrítica
100
Reprodução
Reprodução

Dois policiais militares, sendo um capitão identificado como Everton Zaranza Portilho e um cabo identificado por Samuel de Freitas Andrade, foram presos em flagrante, na tarde desta segunda-feira (2), por suspeita de integrarem uma quadrilha de ao menos oito pessoas, que praticavam extorsão, roubos de caminhões de carga, além de sequestros na rodovia AM-010, no município de Rio Preto da Eva (distante 80 quilômetros de Manaus).

Segundo informações de um oficial da Polícia Militar, que não quis se identificar, a guarnição foi abordada por uma das vítimas, que conseguiu escapar do grupo criminoso, e relatou que estavam sendo ameaçados no local.

Ao avistarem a viatura, seis indivíduos conseguiram fugir e os outros dois policiais acusados  foram detidos.

No caminhão, foram encontrados diversos materiais de comércio que viriam para Manaus. Segundo a polícia, a carga está avaliada em R$ 900 mil.

"A guarnição passava pelas proximidades quando foi abordada por uma das vítimas, relatando que eles estavam sofrendo extorsão e alguns policiais estavam roubando a mercadoria. Nos deslocamos ao local e efetuamos a prisão de dois, de um total de seis, que conseguiram escapar", declarou o oficial.

Os suspeitos foram detidos e encaminhados para a 36a Delegacia Interativa de Polícia (DIP), bem como o dono da carga e os dois funcionários, para formalizarem o boletim de ocorrência.

Até o momento, segundo a polícia, agentes da corregedoria e o secretário de segurança pública, coronel Louismar Bonates, se deslocavam para o município.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.