CAMPANHA SANEAMENTO MAUÉS
Estupro

Homem vai comprar cadernos com afilhada e a estupra em elevador de shopping

Câmeras de segurança flagraram estupro e seguranças do shopping acionaram à Polícia Militar

26/11/2019 09h01Atualizado há 2 semanas
Por: Fernanda Souza
Fonte: O Tempo
36.031
Reprodução
Reprodução

As imagens das câmeras de segurança de um shopping revelaram, neste domingo (24), o estupro que uma menina de 9 anos em Uberaba, no Triângulo Mineiro. O suspeito de 58 anos é padrinho da criança e levou a vítima para comprar um caderno no shopping. Enquanto os dois estavam no elevador o homem estuprou a afilhada. 

A Polícia Militar foi acionada pelos seguranças do shopping que viram nas imagens de câmeras de segurança do elevador o suspeito se esfregar na criança, beija-lá e ainda passar as mãos em suas partes íntimas por debaixo do vestido da menina.

De acordo com o boletim de ocorrência, nas imagens é possível ver que a criança fica claramente constrangida e impaciente com o crime. Os seguranças acompanharam o trajeto feito pelos dois e passaram para a polícia o carro onde o homem saiu.

Com as informações levantadas por meio da placa do veículo, os policiais conseguiram chegar até o suspeito. O homem disse que tinha ido mais cedo com a afilhada ao shopping e sobre o estupro e as imagens do local, ele disse que não falaria nada.

Estupros eram frequentes

A menina estava na casa do suspeito e contou aos policiais que saiu para comprar um caderno e dentro do elevador o padrinho teria a estuprado. A criança narrou o estupro exatamente como mostram as imagens. Ela disse ainda que os estupros estão acontecendo há 15 dias, desde quando começou a frequentar a casa do padrinho. 

Ela disse ainda que ele já tinha passado as mãos no corpo dela dentro de uma piscina e que a situação tinha se repetido em uma sala da casa do suspeito, quando os dois ficaram sozinhos. A vítima disse que pedia o suspeito para parar, mas ele não parava. Disse também que tinha medo de contar para outras pessoas. 

A mãe da menina foi chamada pelos militares e disse que deixava a criança com ele, por o suspeito ser padrinho dela e que não sabia dos estupros.  A vítima foi levada ao Hospital da Criança em Uberaba para passar por exames. 

O celular do suspeito foi apreendido e o homem preso em flagrante. As imagens das câmeras de segurança recolhidas e entregue à Polícia Civil, que vai investigar o caso.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.