CAMPANHA MAPA DE RESULTADOS 1
Ação policial

Preso em Manaus foragido que planeja matar delegado e policiais de SE

Ele estava sendo procurado por envolvimento com o tráfico de drogas e comercialização ilícita de armas de fogo.

07/11/2019 14h31
Por: Jéssyca Lorena
Fonte: Em Tempo
96
Divulgação
Divulgação

O foragido da justiça de Sergipe (SE) Roberto Fraga de Santana, de 45 anos, foi preso, na manhã de quarta-feira (6), por volta das 10h30, no Distrito Industrial, na área da Zona Leste de Manaus. Ele estava sendo procurado por envolvimento com o tráfico de drogas e comercialização ilícita de armas de fogo.

A prisão foi realizada em uma ação conjunta entre policiais da Delegacia Regional de Lagarto, de Sergipe, e do 29° Distrito Integrado de Polícia (DIP). 

Durante as investigações foi constatado que Roberto planejava assassinar um delegado e policiais civis de Sergipe. A ordem judicial foi expedida em agosto deste ano pela Juíza Aline Reis Fonseca Soares, da Comarca de Lagarto (SE).

O delegado Jeff Mac Donald, titular do 29° DIP, o homem estava sendo investigado desde 2014. 

“Em 2014, após a morte de três irmãos, Roberto assumiu o comando do tráfico de drogas na região e, além de traficar drogas e armas, estava planejando o atentado contra o delegado e a equipe que participou da intervenção, que resultou na morte dos irmãos. Com isso, foi solicitado o mandando de prisão em nome dele, mas o suspeito fugiu para Manaus, onde estava levando uma vida comum”, explicou o Jeff.

À polícia, Roberto negou as acusações e disse que veio para Manaus porque a mãe dele mora na capital amazonense. Questionado se o homem estava realizando alguma pratica criminosa na cidade, o delegado afirmou que está fazendo um levantamento sobre o caso. 

“Ainda não temos essa informação, mas vamos fazer um levantamento para saber se tem algum Boletim de Ocorrência registrado no nome dele na cidade Manaus. Ele nega os crimes”, concluiu o delegado. 

Roberto foi indiciado por tráfico de drogas e comércio ilegal de armas de fogo. Após o término dos procedimentos na delegacia, o suspeito deverá ser encaminhado à audiência de custódia, para posteriormente ser transferido para uma unidade prisional em Sergipe.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.