Apa Móveis/Pneu Forte - 728x90
Discurso

Bolsonaro: “Conheçam a Amazônia. Vocês não serão queimados”

Ao discursar para uma plateia de investidores nacionais e estrangeiros, o presidente ironizou notícias sobre os incêndios na floresta

10/10/2019 10h45
Por: Fernanda Souza
Fonte: Metrópoles
58
Reprodução
Reprodução

Ao discursar para uma plateia de empresários brasileiros e do exterior, em São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) voltou a negar que haja uma crise envolvendo incêndios na Amazônia brasileira e atribuiu à imprensa a responsabilidade pela polêmica envolvendo o bioma, que ganhou repercussão internacional.

Bolsonaro convidou os presentes a visitar a região e garantiu, com uma dose de ironia: “Conheçam a Amazônia. Vocês não serão queimados, podem ter certeza”, disse o presidente durante a abertura do Fórum de Investimentos Brasil 2019.

O presidente voltou a defender a flexibilização de leis de proteção ambiental, usando como exemplo o estado de Roraima. “Trata-se de um estado riquíssimo, mas que está engessado por certas legislações, que nós queremos mudar”, disse o presidente.

“Não apenas para o governador de Roraima [mudar a legislação ambiental], mas também para o bem de seu povo. Seu povo tem brancos, negros e índios, em especial. Índios que querem se integrar cada vez mais à sociedade. Índios que também falam a verdade, que são, por vezes, latifundiários pobres, em cima de terras ricas”, discursou o presidente.

Em seu discurso na abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas, no mês passado, em Nova York, ele destacou essas mesmas propostas.

Bolsonaro, na sequência, reclamou da repercussão negativa de sua fala na ONU, tanto na imprensa brasileira, como na imprensa internacional.

“Foi um discurso realista, verdadeiro, mostrando quem é o Brasil e o que nós somos. Colocamos ali quase que um ponto final no monopólio do Raoni para falar sobre a Amazônia. Levamos ali uma carta de interesse de agricultores índios que querem produzir em sua terra”, defendeu o presidente.

“O que nós queremos na Amazônia é exploração, de forma sustentável, para o que ela tem de bom sirva para nós, sirva para a humanidade”, disse o presidente.

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.