Apa Móveis/Pneu Forte - 728x90
Cassação

Vereadores de Coari decidem arquivar pedido de cassação de Adail Filho

Um morador e eleitor de Coari protocolou junto à Câmara Municipal de Coari, no dia 1º de outubro, o pedido de cassação de Adail Filho, em razão da prisão do prefeito durante a operação Patrinus deflagrada pelo MPE - AM

09/10/2019 15h12
Por: Fernanda Souza
Fonte: Acrítica
96
Reprodução
Reprodução

Por nove votos a três, os vereadores da Câmara Municipal de Coari decidiram arquivar o processo de cassação do mandato do prefeito de Coari, Adail Filho (PP), por quebra de decoro. Os parlamentares ainda concederam 15 dias de afastamento ao gestor municipal durante a sessão, presidida pelo vereador Carlos Endrick Nascimento (PSB), realizada na última segunda-feira (7).

Os parlamentares de Coari (município distante 363 quilômetros em linha reta de Manaus) também arquivaram o pedido de afastamento do vereador Keitton Pinheiro (PP), primo do prefeito. Adail e Keitton foram presos temporariamente durante a operação Patrinus, deflagrada no dia 30 de setembro pelo Ministério Público Estadual (MPE – AM) e soltos após a Justiça conceder Habeas Corpus.

No Diário Oficial dos Municípios (DOM) desta quarta-feira (9) consta a publicação da Câmara de Coari. No decreto legislativo municipal 07/2019 está a autorização concedida pelos vereadores para o prefeito Adail Filho ficar ausente por 15 dias do município, a contar de terça-feira (8).

A justificativa da viagem, segundo o documento, é “para tratar de assuntos referentes a esta municipalidade”. A assessoria de Adail Filho informou que o prefeito não passará os 15 dias longe do município e na sexta-feira (11) estará em Coari.

O pedido

Protocolado na Câmara Municipal de Coari no dia 1º de outubro, sob o número 395, o pedido redigido por um morador e eleitor de Coari solicitou o afastamento de Adail Filho e Keitton Pinheiro por quebra de decoro parlamentar. “O vereador e o prefeito procederam de modo incompatível com a dignidade e o decoro do cargo, conforme assistido por todos nos últimos dias, inclusive em rede nacional”, consta no documento.

Patrinus

A operação do MPE – AM investiga um esquema criminoso que desviou, aproximadamente, R$ 100 milhões do município de Coari. A Justiça acatou o pedido da defesa de Adail Filho e concedeu Habeas Corpus ao prefeito no dia 2 de outubro. Já o vereador Keitton Pinheiro teve a liberdade assinada pela Superior Tribunal de Justiça (STJ) no dia 3 de outubro.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.