Apa Móveis/Pneu Forte - 728x90
Overdose

Menina de 15 anos morre após consumir bebidas alcoólicas e drogas, diz polícia

Vítima passou mal quando chegava em delegacia para prestar esclarecimentos sobre briga em bar. Suspeita é que abuso de substâncias tenha causado morte

15/08/2019 09h10
Por: Fernanda Souza
Fonte: Acrítica
169
Reprodução
Reprodução

Uma menina de 15 anos morreu após passar mal no 10º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na noite de terça-feira (13). A menina teria sido de casa com uma amiga no dia 8 deste mês e foi até a unidade policial após uma discussão em um bar na Zona Oeste de Manaus. A Polícia Civil suspeita que a adolescente tenha sido vítima de overdose.

Segundo a delegada Joyce Coelho, da Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca), a mãe da vítima contou em depoimento que a filha costumava sair de casa sem dar notícias. Por conta disso, a família não registrou nenhum Boletim de Ocorrência por desaparecimento.

A delegada disse que a amiga da vítima, de 17 anos, saiu de casa no dia 11 (domingo) para encontrar a colega.  Desde então, a polícia conta que as duas consumiram bebidas alcoólicas e fizeram uso de drogas.

Por volta das 21h de terça-feira (13), as duas estavam em um bar na companhia de dois homens, no bairro São Raimundo, Zona Oeste da cidade. A polícia conta que, em certo momento, as garotas pediram R$ 20 a um dos rapazes. Eles se recusaram a dar o dinheiro por desconfiarem que a quantia seria para comprar entorpecentes.

Uma confusão iniciou no bar e a vítima acusou o homem de estupro. A polícia foi ao local e levou os envolvidos para a delegacia. A menina começou a passar mal quando descia da viatura. Ela chegou a ser encaminhada para o hospital, mas já chegou morta.

Em depoimento, a colega da vítima disse que nenhuma das duas tiveram relações sexuais com o homem, que foi liberado. Durante exames, não foram identificados vestígios de abuso sexual. O caso segue em investigação pela Depca.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.