Apa Móveis/Pneu Forte - 728x90
Depoimento

'Ela debochava da minha mãe', diz mulher que matou amante do padrasto

Francisca morreu durante uma briga com Milane.

14/08/2019 14h25
Por: Jéssyca Lorena
Fonte: Em Tempo
692
Reprodução
Reprodução

"Eu não tive a intenção de matar, mas sim dar uma surra porque a Francisca tinha um caso amoroso com o meu padrasto e ficava debochando da minha mãe", disse Milane Moraes dos Santos, de 20 anos, ao ser apresentada à imprensa na manhã desta quarta-feira (14), pela autoria do assassinato de Francisca Amorim Queiroz, de 19 anos, conhecida como "Chiquinha". 

O crime aconteceu na tarde do último domingo (11), na rua 13 de Maio, no bairro Colônia Oliveira Machado, na Zona Sul de Manaus. Francisca estava em um salão de beleza se preparando para a festa do próprio aniversário.

Milane chegou ao local acompanhada de amigas e chamou a vítima para conversar. Ao sair do salão, Francisca foi agredida pela suspeita com socos e puxões de cabelo. Durante a briga, Francisca caiu e bateu a cabeça no asfalto.

Francisca ainda foi socorrida por moradores e levada ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Zona Sul, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou edema cerebral e traumatismo crânio encefálico.

Horas depois do crime, Milane recebeu a notícia que Francisca havia morrido e passou a se esconder em várias casas de parentes. A agressão foi gravada e compartilhada nas redes sociais. 

Em posse da filmagem, o delegado Paulo Martins, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) representou à Justiça o pedido de prisão de Milane.

A ordem judicial foi expedida na segunda-feira (12), pelo juiz Alcides Carvalho Vieira Filho, do Plantão Criminal. Ao saber que estava sendo procurada pela polícia, Milane compareceu acompanhada de um advogado, na noite de terça-feira (13), na DEHS. 

De acordo com o delegado Paulo Martins, titular da DEHS, Milane relatou que, antes do crime, conversou com Francisca pelas redes sociais sobre as ameaças e os deboches que estavam sendo feitos para a mãe dela.

"Por conta disso, Milane foi ao encontro de Francisca e iniciaram uma luta corporal. Ela afirmou que não tinha intenção de matar, mas sim bater a vítima por ter um caso com o padrasto dela. Milane disse que não se lembra mais de nada e que cometeu o crime por estar com raiva", explicou. 

Milane

Durante a apresentação, Milane reafirmou que não tinha intenção de matar Francisca. "Se quisesse matar, eu tinha ido com uma faca ou uma arma de fogo. Eu só pretendia bater, mas, infelizmente, ela morreu e estou arrependida. Mas quero deixar claro que ela jogava pedras no caro da minha mãe e ficava debochando dela com gestos de chifres. Também é mentira que eu tentei matá-la atropelada. Fiz isso pela minha mãe", disse.

Família de Francisca 

A irmã da vítima, Cintia Amorim, de 26 anos, declarou que Francisca não tinha mais caso com o padrasto de Milane, conhecido como "Cabeção", e que a irmã vinha recebendo ameaças de morte. Ela disse que espera por justiça. 

"A minha irmã foi morta de forma covarde. Ela estava sem dormir após passar a noite com amigos se divertindo. Francisca estava animada com o aniversário no domingo passado. Milane estava premeditado a morte da minha irmã. Espero por justiça", declarou. 

Milane foi indiciada por homicídio. Ela ficará presa no Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), onde aguardará à decisão da Justiça.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Manaus - AM
Atualizado às 05h43
22°
Alguma nebulosidade Máxima: 35° - Mínima: 22°
22°

Sensação

6 km/h

Vento

100%

Umidade

Fonte: Climatempo
Pneu Forte - 300x250
Municípios
Apa Móveis - 300x250
Últimas notícias
Mais lidas