CAMP GOV AM - PRESTAÇÃO DE CONTAS - OBRAS
Estupro

Homem de 51 anos paga R$ 70 para estuprar menina de 13 anos

O pai da menina procurou a polícia após vê-la dentro do carro do suspeito

12/07/2019 13h40
Por: Jéssyca Lorena
Fonte: O Livre
639
Reprodução
Reprodução

Um homem de 51 anos foi preso na última terça-feira (9) acusado de estuprar uma menina de 13 anos e alegar ter pagado R$ 70 para ela. O caso aconteceu em Primavera do Leste (245 km de Cuiabá).

O pai da menina procurou a polícia após ver a filha em uma caminhonete F1000, prata. A menina estava na cabine do carro, com o motorista que aparentava ter 50 anos, e a bicicleta dela estava na carroceria.

Assim que viu a cena, o pai tentou seguir a caminhonete. Porém, ao perceber que estava sendo seguido, o motorista fugiu correndo rumo ao Bairro São José e o pai não conseguiu acompanhar.

A princípio, um boletim de ocorrência foi registrado como sequestro e cárcere privado.

Algumas horas depois, o pai entrou em contato com a Polícia Militar informando que havia encontrado a caminhonete mais uma vez e a estava seguindo, informando o local em que estava.

Uma equipe da PM foi até o local, parou o suspeito e o questionou sobre a adolescente. Ele disse, segundo o boletim de ocorrência, que deu carona para a menina do Bairro Centro-Leste até a região do Vale Verde, onde ficou com ela em uma casa de sua propriedade, por cerca de duas horas.

Questionado se teve relação com a adolescente, o homem disse que sim e afirmou, ainda, que pagou R$ 70 para ela. Depois, ele teria retornado para a cidade de Primavera do Leste e deixado a menina no início da Rua Perimetral, do Bairro Feliz Natal, não a vendo mais.

Os policiais fizeram rondas pelo bairro em busca da menina, mas, a princípio, não a encontraram. Mais tarde ela foi localizada pela Polícia Judiciária Civil.

O suspeito foi encaminhado para a delegacia, acusado de estupro de vulnerável. A caminhonete dele foi apreendida e, também, uma camiseta que ele estava vestido, pois nela havia vestígio de sêmen, que poderá ser analisado e utilizado como prova do crime.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.