CAMP GOV AM - PRESTAÇÃO DE CONTAS - OBRAS
Copa do Brasil

Athletico-PR e Flamengo voltam a se encontrar na Copa do Brasil

Athletico-PR e Flamengo prometem intensidade para o primeiro jogo das quartas-de-final da Copa do Brasil. Duelo será no gramado sintético da Arena da Baixada

10/07/2019 11h17
Por: Fernanda Souza
Fonte: A Critica
106
Divulgação
Divulgação

Após a final da Copa do Brasil de 2013, Athletico-PR e Flamengo voltam a se encontrar na Copa do Brasil. Desta vez, o duelo marcado para as 20h30 (horário de Manaus), na Arena da Baixada, é o ‘primeiro tempo’ das quartas-de-final da competição. A partida marca a estreia do técnico português, Jorge Jesus, em jogos oficiais pelo Flamengo.

Seis anos após os dois jogos que acabou com o Flamengo campeão da Copa do Brasil, o único remanescente entre os dois times é o atacante Marcelo Cirino. Titular nos dois jogos – empate em 1 a 1, na Vila Capanema, e vitória do Fla por 2 a 0, no Maracanã – o jogador falou que mesmo com o fator casa, espera que o time carioca venha com força para a primeira partida.

“O Flamengo sabe da nossa qualidade e da força do nosso torcedor. Mas mesmo nos respeitando, eles vão tentar jogar”, analisou. “Temos que impor o nosso ritmo e fazer valer o mando de campo. É decisão! Não é uma final, mas os dois jogos valem uma classificação. A nossa equipe precisa estar preparada e fazer um grande jogo em casa”, ressaltou.

Dentro de casa, o retrospecto é positivo para os anfitriões. Em 19 jogos, o Furacão venceu 13, empatou cinco e o Flamengo venceu apenas um – 1 a 0 em 2011, pela Copa Sul-Americana, com tento marcado por Ronaldinho Gaúcho.

Em 2019, as duas equipes se enfrentaram no Campeonato Brasileiro, mas no Maracanã, e Marcelo Cirino deu trabalho aos donos da casa. O camisa 10 marcou dois gols na derrota do Athletico diante do Flamengo por 3 a 2. Naquela ocasião, os reservas paranaenses chegaram a ficar na frente, mas foram superados no fim da partida. Para evitar um novo sufoco, o Flamengo disse que estudou bastante o adversário desta quarta-feira.

“O trabalho foi intenso. Estudamos as características do Athletico. Sofremos no Maracanã com a saída deles, com as linhas baixas e saindo no contra-ataque. O Jorge frisou bem esse ponto de saída de bola. Vamos ter atenção a isso”, disse o atacante Bruno Henrique, que prometeu um ritmo intenso na partida da ida.

“Vamos conseguir marcar na pressão, temos que ter bastante intensidade na hora da marcação e todos verão que vamos correr um pouco mais. Será um jogo difícil, velocidade da bola maior, onde todos vão ter que marcar e correr”, completou.

O Camisa 27 do Flamengo admite que ainda está assimilando as instruções do novo comandante, mas que o grupo tem se doado ao máximo para fazer as novas funções.

“No dia a dia, desde a chegada do Jesus, estamos conseguindo fazer o que ele pede. Ele sempre diz que somos um grupo que assimila fácil. Quando não conseguimos, ele diz que é normal. Ele está muito feliz com o desempenho de todos”, disse o jogador do Flamengo.

Com os treinos no Ninho do Urubu, Jorge Jesus deu pistas de que utilizará um volante Cuellar na contenção e Diego fazendo papel de segundo volante. No ataque, Bruno Henrique e Gabigol jogarão avançados.

“Já joguei nessa posição, com dois avançados. Tenho facilidade. Claro que não é a minha preferência, mas ele optou por mim, deu confiança, apresentou alguns pontos.. Estou me doando ao máximo para fazer o que ele pede. Acho que vamos ter um ganho grande no ataque”, concluiu.

Jogo

Atletico-PR: Jonathan, Léo Pereira, Lucas Halter e Márcio Azevedo; Wellington, Bruno Guimarães e Nikão; Marcelo Cirino, Marco Ruben e Rony. Tec: Tiago Nunes.

Flamengo: Diego Alves, Rafinha, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Cuéllar, Diego, Vitinho e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol. Tec: Jorge Jesus.

Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba-PR Hora: 20h30 (de Manaus) Árbitro: Anderson Daronco (RS) Motivo: Primeiro jogo das quartas-de-final da Copa do Brasil.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.