100 DIAS DE GOVERNO - GOVERNO DO AMAZONAS
Vacinação
Primeiro dia de vacinação contra H1N1 tem movimento intenso em Manaus
O objetivo traçado pelas autoridades é vacinar 455 mil pessoas em 15 dia
20/03/2019 18h18
Por: Jéssyca Lorena
Fonte: Em Tempo
169
 Marcely Gomes
Marcely Gomes

“Eu estava preocupada porque a gravidez baixa a imunidade, mas graças a Deus a vacina chegou e fiquei mais tranquila”. Esse é o relato de alívio da gestante Nayara Alves, de 29 anos, que procurou cedo uma unidade de saúde para se vacinar contra o vírus H1N1. Nayara estava em uma das Unidades Básicas de Saúde (UBS) visitadas pela reportagem nesta quarta-feira (20), dia do início da campanha no Amazonas. A procura nas unidades foi intensa.

A movimentação foi grande na UBS Theomário Pinto, localizada no bairro da União, Zona Centro-Sul de Manaus. A diretora da unidade, Sônia Rubim, disse que a população começou a chegar na UBS por volta das 6h30 da manhã e formaram uma grande fila no local. “Nas primeiras horas teve uma aglomeração, mas no decorrer da manhã conseguimos organizar e o atendimento fluiu sem deixar filas e nem pessoas esperando”, disse.

Uma das soluções encontradas pela UBS Theomário Pinto foi dividir o atendimento de idosos e crianças, grupo com maior procura, em duas salas diferentes. Cada sala contava com dois vacinadores e dois triadores. Os pacientes podem entrar até às 17h, mas o atendimento na unidade, localizada na rua Pedro Dias Leme, só encerra quando todos que estiverem dentro da unidade forem vacinados.

A recepcionista Nayara Alves, grávida de 36 semanas, está no grupo de risco que pode sofrer danos severos com gripe Influenza H1N1. Nayara ficou feliz por não precisar esperar tanto tempo para tomar a vacina e disse que agora está mais tranquila.

“Quem tem bebê pequeno ou está grávida fica preocupada, mas quando falaram que iam antecipar a dose ficamos mais aliviadas”, declarou.

A Campanha de Vacinação contra a Influenza é destinada, conforme preconiza o Ministério da Saúde, apenas às pessoas que estejam dentro dos grupos prioritários, que são crianças de 6 meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias, gestantes, profissionais de saúde e educação da rede pública e privada, indígenas, idosos com mais de 60 anos, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis

Também inclui portadores de outras condições clínicas especiais, como doença respiratória crônica, doença cardíaca crônica, doença renal crônica, doença hepática crônica, doença neurológica crônica, diabetes, imunossupressão, obesos, transplantados e portadores de trissomias (Síndrome de Down, Síndrome de Edward, Síndrome de Patau, Síndrome de Warkany).

Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa) deve informar, por meio de boletim, o quantitativo de vacinas alcançadas no primeiro dia da campanha. O objetivo traçado pelas autoridades é alcançar 455 mil pessoas imunizadas em 15 dias. 

Uma das áreas mais populosa de Manaus, a Zona Leste teve locais lotados pela procura da vacina, como foi o caso da UBS Cacilda de Freitas, no bairro São José 2. O diretor da unidade Edson Júnior disse que, apenas na parte da manhã, foram vacinadas aproximadamente 400 pessoas. A estimativa é esse número dobre durante a tarde.

Apesar da grande procura, a organização no local permitiu que o atendimento fosse feito sem tumulto. “A tendência é que no decorrer da semana o fluxo reduza. A população vem logo nos primeiros dias e já fica imunizada”, completou Júnior. Todas as faixas etárias do público alvo estão sendo atendidas na unidade, localizada na rua Penetração II, número 302.

Com três filhos, sendo duas crianças pequenas, que fazem parte do grupo de risco, Diogo Braga levou a filha menor de 2 anos e a outra de 5 anos para tomar a vacina. “A chegada da vacina traz uma tranquilidade para a população”, comentou.

A campanha de vacinação acontece em 1.535 salas de imunização abertas nos 62 municípios do Estado. Na capital, que conta com 183 salas, a vacinação acontece nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) da prefeitura, no Parque do Idoso, na sede da Universidade Aberta da Terceira Idade (UnATI) e nas Centrais de Distribuição do Leite do Meu Filho.

Vale destacar que 20 UBSs funcionarão com horário diferenciado até 19h e outras dez terão horário ampliado até 21h. Na manhã desta quarta-feira (20), o prefeito Arthur Neto disse que pretende ampliar com pelo menos mais dez, o número de salas que atendem em horário ampliado até às 21h. Ou seja, serão 43 salas com horário ampliado em toda capital.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Manaus - AM
Atualizado às 05h27
24°
Muitas nuvens Máxima: 30° - Mínima: 24°
24°

Sensação

4 km/h

Vento

94%

Umidade

Fonte: Climatempo
Pneu Forte - 300x250
Municípios
Apa Móveis - 300x250
Últimas notícias
Mais lidas