CAMPANHA NOVAS MEDIDAS - FASE 1
Denúncia

Bebês esperam até dois meses para receber suplementos da Susam, denunciam mães

A denúncia foi feita no início da tarde desta quinta-feira (16).

16/08/2018 14h27Atualizado há 11 meses
Por: Portal Holofote
Fonte: Em Tempo
6.902
Divulgação
Divulgação

Mães de bebês estão esperando até dois meses para receber da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam) produtos como o Pregomin, uma fórmula sem a proteína de leite que é receitado para crianças com intolerância a lactose e glúten. A denúncia foi feita no início da tarde desta quinta-feira (16) no site do jornal "Em Tempo".

"Foram dois meses de esperar por 17 latas. Mas, enquanto isso, não podia deixar o nosso filho com fome. Meu marido parcelou no cartão de um amigo duas latas e fizemos cota com parentes para comprar o leite. Não temos condições de arcar com os gastos com parentes para comprar o leite. Não temos condições de arcar com os gastos porque o preço é muito alto", relatou a mãe de Joseph, Maria Auxiliadora dos Santos Rodrigues, de 37 anos.

O menino, que nasceu no município de Coari, foi diagnosticado durante uma internação e encaminhado ao gastroenterologista para iniciar o acompanhamento.

Posicionamenot da Susam

Em nota, a Secretaria de Saúde (Susam) informou que não consta no Sistema de Regulação de Consulta e Exames Especializados (Sisreg) o cancelamento da consulta do paciente Joseph Rodrigues dos Santos. A consulta está agendada para esta quinta-feira, 16, no Hospital Universitário Getúlio Vargas, bairro Praça 14 de Janeiro, Zona Sul, onde o mesmo deverá comparecer no local e horários indicados.

"A Susam esclarece que, em caso de consultas marcadas, se houver a impossibilidade de médico atender, a própria unidade pode remanejar para outros profissional que esteja atendendo o dia ou remarcar, via Sesreg, para a data mais próxima em outra unidade da rede, como a Policlínica Codajás, que também possui gastro infantil", diz o comunicado.

Ainda segundo a nota, as alimentações especiais são dispensadas pela Secretaria, por meio da Central de Medicamentos do Amazonas (Cema) ou pelo Programa Melhor em Casa, mediante apresentação da receita médica.

"No caso de Joseph, a mãe, Maria Auxiliadora Rodrigues, teve acesso a 17 latas da fórmula infantil em pó no dia 2 de agosto, o que conforme prescrição médica, segundo relatou a mãe, deve turar dois meses, ou seja, a criança tem a alimentação garantida até 02 de outubro. Em relação à fórmula infantil NEOCATE, a Cema informa que a mesma está em falta, mas que há um processo de compra em curso com previsão de entrega para os próximos dias", informou a nota.

Quanto a situação envolvendo o paciente Henrique Justiniano Klabunde, a reportagem ainda aguarda um posicionamento da secretaria.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Manaus - AM
Atualizado às 12h37
31°
Nuvens esparsas Máxima: 32° - Mínima: 23°
34°

Sensação

11 km/h

Vento

59%

Umidade

Fonte: Climatempo
Pneu Forte - 300x250
Municípios
Apa Móveis - 300x250
Últimas notícias
Mais lidas