Quinta, 18 de outubro de 2018
(92) 99183-2565
Política

17/05/2018 ás 19h21

330

/

Amazonino abre agenda positiva com o ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte
A visita também marcou o lançamento da Mobilização Nacional contra o Desmatamento Ilegal
Amazonino abre agenda positiva com o ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte

O governador Amazonino Mendes recebeu nesta quinta-feira (17/05), na sede do Governo, na zona oeste de Manaus, o ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte. Na pauta da reunião, questões relacionadas ao desenvolvimento sustentável da região. A visita também marcou o lançamento da Mobilização Nacional contra o Desmatamento Ilegal, campanha que une ações de governos, poderes judiciário e legislativo, setor produtivo e sociedade civil, visando reduzir, de forma contínua, o desmatamento ilegal. 


“O Ministério do Meio Ambiente tem muito mais relação com a Amazônia do que com o resto do país, portanto, a visita do ministro é importantíssima”, destacou o governador do Amazonas, ao ressaltar a visão sensata do ministro Edson Duarte sobre as especificidades da região amazônica.


 “O ministro vem com uma visão moderna, muito equilibrada e inteligente, mostrando o avanço do setor no país, mas é claro que ainda é uma ação recente essa consciência da preservação ambiental. Nós da Amazônia temos as nossas idiossincrasias, nossos problemas, mas abrimos uma conversa muito franca e que me deixou muito feliz com a visão cordata do ministro. Toda a conversa foi pontificada com a preocupação da absoluta aplicação da legalidade”, explicou Amazonino Mendes.


Na ocasião, o governador do Amazonas ainda propôs a criação de grupos de estudos para análises específicas, levando em conta as nossas características regionais. “As questões locais não podem ser tratadas de forma genérica. O grande problema é como normatizar essas normas ambientais dentro de um país continental como o Brasil, com suas peculiaridades”, observou o governador.   


Agenda nacional - O ministro disse entender essas necessidades e colocou o Ministério do Meio Ambiente à disposição do Governo do Amazonas. “Temos que combater a ilegalidade, mas oferecer a mão para quem quer trabalhar de forma correta”, afirmou Edson Duarte. Ele ressaltou que a visita ao governador do Amazonas cumpre uma agenda nacional do lançamento da Campanha Nacional de Combate ao Desmatamento Ambiental em todos os biomas.


“Queremos construir uma agenda positiva e parceira com os governos estaduais na regularização, no apoio a todos aqueles que querem produzir de forma legal, sustentável, gerando emprego e renda. Queremos separar o joio do trigo: aqueles que estão produzindo de acordo com a legislação ambiental daqueles que cometem atos criminosos, ilegais, que atentam não só contra o meio ambiente, mas contra os interesses da sociedade, do setor produtivo, que é tão importante para todos os estados”, explicou Edson Duarte.


O ministro também comunicou ao governador do estado a intenção de deslocar toda a estrutura do ministério para algum município do Amazonas, durante a Semana Nacional do Meio Ambiente, no próximo mês de junho. A ideia é que Edson Duarte despache oficialmente direto dessa localidade. O município ainda será escolhido posteriormente.


“Queremos que a floresta traga resultados econômicos, além do ecossistema. Vamos trabalhar para que a atividade econômica e a preservação sejam parceiros daqui para frente no Brasil”, afirmou o ministro Edson Duarte, destacando a importância de ouvir in loco as necessidades dos povos das florestas.   


Mobilização Nacional – De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, a Mobilização Nacional contra o Desmatamento Ilegal contempla ações em quatro eixos.


Os eixos são: aprimorar as medidas de comando e controle que já vêm sendo tomadas pelo governo federal e estados; fortalecer economicamente os municípios que registram maiores taxas de desmatamento ilegal; aprimorar a articulação entre os vários atores governamentais e não governamentais envolvidos com o tema; e melhorar a comunicação por meio de campanhas de sensibilização junto às populações locais.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados