Quinta, 26 de abril de 2018
(92) 98115-8357
Economia

16/03/2018 ás 10h04 - atualizada em 16/03/2018 ás 20h34

974

Portal Holofote

Manaus / AM

Evento vai abordar novas práticas do empreendedorismo sustentável no Amazonas
Saiba como fazer a sua inscrição para o evento.
Evento vai abordar novas práticas do empreendedorismo sustentável no Amazonas
Divulgação

O empreendedorismo no Amazonas tem caminhado a passos lentos, isso é o que aponta avaliação do Índice de Cidades Empreendedoras 2017 (ICE 2017) que apontou a capital amazonense, Manaus, como a pior cidade para empreender do Brasil. Em contrapartida, a metrópole manauara fica em 3° lugar na categoria de mercado, o que significa que ser um ótimo local para atrair novos empreendedores, mas onde estão esses empresários?     


De acordo com o presidente do Sindicato dos Economistas do Estado do Amazonas (Sindecon-AM), Marcus Evangelista, falta capacitação profissional para impulsionar o mercado empreendedor manauara. “Muitas vezes a pessoa tem o dinheiro para investir, mas não sabe onde, como fazer e nem como dar o primeiro passo”, aponta o economista.


Marcus diz que com o intuito de fomentar a economia da região e desenvolver novas mentes empreendedoras, o Sindecon-AM, vai realizar entre os dias 15 e 30 de abril o 1° Congresso Amazônia de Empreendedorismo (Conapren) 2018. O evento é 100% online e gratuito e reunirá palestrantes renomados na área e trazendo várias temáticas sobre o empreendedorismo.


Empreendedorismo na floresta


Com a palestra “Empreendedorismo da Floresta: desafios e soluções para uma agenda empreendedora da floresta em pé”, Eduardo Taveira, superintendente técnico-científico da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), vai abordar o empreendedorismo voltado para negócios da floresta, segundo ele, é uma maneira de olhar para a biodiversidade e encarar a floresta não como um problema, mas, como uma oportunidade de negócio.


 “O potencial da economia verde é para engajar os próprios moradores, comunitários, ribeirinhos e comunidades tradicionais que já vivem da floresta e conhecem o regime e os ciclos do rio e tem a sua produção baseada nessa diversidade. Nosso mercado está cada vez mais exigente por produtos saudáveis, orgânicos e que contém uma história, então, por que não aproveitar isso?”, questiona Eduardo.


Para o técnico-científico da FAS, os amazonenses precisam usar mais suas próprias potencialidades e usar seus produtos que são desenvolvidos com um apelo para a sustentabilidade, como o pirarucu de área de manejo, que já tem um papel importante na conservação de rios e o turismo de vivência de bases comunitárias.


“São uma série de negócios e oportunidades, que podem diversificar a economia da floresta, gerar renda para as comunidades ribeirinhas. Acima de tudo, militar por uma educação que valorize o local e as pessoas possam olhar para dentro do seu quintal e ver que tem uma grande oportunidade de negócios”, afirma Taveira.


Eduardo Taveira finaliza dizendo que convida a todos a participarem do evento e a fazerem uma reflexão diferente, entendendo que a floresta é aliada de novos negócios e não um obstáculo para o desenvolvimento regional. “As ferramentas do empreendedorismo podem ajudar para que floresta tenha um maior valor em pé do que derrubada e que seus produtos sejam cada vez mais incorporados na economia verde”, conclui.


Palestras


Além de Eduardo Taveira, o evento terá como palestrantes, o presidente do Sindecon-AM, Marcus Evangelista, o reitor da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Sylvio Pulga, o presidente do Conselho Regional de Economia (Corecon-AM), Mourão Júnior, o ex-deputado federal Jeferson Praia, os consultores Erivaldo Vale, Assis Mourão, entre outros grandes profissionais. 


Inscrições


As inscrições acontecem exclusivamente através do link: http://marcusevangelista.com/inscriçãoconapren. Para mais informações sobre o tema das palestras e palestrantes confirmados, acompanhe a página do evento no facebook: https://www.facebook.com/conapren/ e o site: www.conapren.com.

FONTE: Assessoria de Imprensa

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados