domingo, 24 de junho de 2018
(92) 98115-8357
Concursos

07/03/2018 ás 11h21 - atualizada em 08/03/2018 ás 17h19

6.557

Portal Holofote

Manaus / AM

Concursos públicos realizados pela Prefeitura de Guajará serão investigados
A decisão foi publicada no Diário Oficial Eletrônico do MP-AM.
Concursos públicos realizados pela Prefeitura de Guajará serão investigados
O próprio município informou ao Ministério Público não dispor de dotação orçamentária para a contratação de empresa para realização do certame. (Foto: Agência Brasil)

O Ministério Público do Estado (MP-AM), através da Promotoria de Justiça de Guajará/AM, instaurou inquérito Civil Público nº 1.2018.PJGUAJ, para apurar irregularidades nos concursos públicos para agente comunitário de saúde, agente de combate as endemias e microscopistas no município. E recomendou ao prefeito Ordean Silva (PR) e ao secretário de Saúde dele a suspensão dos concursos até que sejam sanadas as irregularidades identificadas.


A decisão foi publicada no Diário Oficial Eletrônico do MP-AM de ontem, terça-feira, 6.


O promotor de Justiça, Iranilson de Araújo Ribeiro, levou em consideração para a abertura do inquérito e para o pedido de suspensão dos concursos, a informação do próprio município ao Ministério Público, de não dispor de dotação orçamentária para a contratação de empresa para realização do certame.


E, ainda, que a comissão organizadora dos concursos seria composta por agentes públicos comissionados e efetivos da própria prefeitura, sem qualquer indicação se eles seriam os responsáveis pela elaboração das provas, ou como se daria a divisão da elaboração das questões e até mesmo se os mesmos teriam capacidade para elaborar as provas, impossibilitando, inclusive, eventuais impugnações, o que viola, de acordo com o MP, o princípio da publicidade e, por conseguinte, configurando ato de improbidade administrativa.


Solicitação


O MP requereu também que a prefeitura do Município encaminhe ao Promotoria de Justiça de Guajará cópia do Estatuto dos Servidores Públicos atualizada e demais leis que tenham instituídos cargos públicos efetivos e comissionados do município de Guajará, no prazo de dez.


E que o secretário Municipal de Saúde de Guajará informe, também no prazo de 10 dias úteis, a permanência da exigência de outros documentos, além dos previstos no edital, assim cópia do expediente enviado ao Cetam ou a qualquer outra instituição de ensino, solicitando a elaboração e aplicação das provas dos concursos, bem como eventual resposta.


FONTE: Amazonas1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados