domingo, 19 de agosto de 2018
(92) 99183-2565
Internacional

31/01/2018 ás 17h33

399

Portal Holofote

Manaus / AM

Após Neymar se defender de provocações, Rennes rebate e lembra lesão na partida
Atacante disse depois de semifinal da Copa da Liga que não entra em campo para bater. Nas redes sociais, adversário responde declarações e ressalta que único machucado no jogo não é do PSG
Após Neymar se defender de provocações, Rennes rebate e lembra lesão na partida
Neymar se defende das críticas: "Eles me chutam, eu jogo futebol" (Foto: AFP)

 


Rennes não ficou feliz com a conduta de Neymar na partida contra o Paris Saint-Germain, pela semifinal da Copa da Liga Francesa. Após o duelo, o brasileiro disse que não estava em campo para bater em ninguém, e que se defende jogando futebol. Porém, o clube publicou em suas redes sociais um comentário lembrando que o único jogador lesionado do duelo não é do PSG.


 - Neymar, você é um grande jogador, mas quem é que ficou lesionado depois de uma falta? Um jogador do Rennes, Ismaila Sarr, que já ficou três meses fora dos gramados depois de outro gesto muito feio – disse o clube.


O autor da falta que provocou a contusão de Sarr não foi Neymar, mas sim Mbappé. O jogador cometeu a infração aos 14 minutos da etapa final e foi expulso pelo incidente.


+ Criticado por deixar rival no vácuo, Neymar se defende: "Fiz uma brincadeira"


No entanto, esta não foi a única ocasião em que o Rennes se irritou com as atitudes de Neymar. Em um lance nos últimos minutos da partida, o lateral-direito Hamari Traoré caiu no chão após uma jogada do atacante. O brasileiro esticou o braço e fez menção de ajudá-lo a se levantar, mas se afastou e sorriu.


O Rennes também criticou o lance nas redes sociais. O clube publicou um vídeo do ocorrido e ironizou, dizendo que o jogador não guardou rancor.


Em entrevista, Neymar se explicou sobre o ocorrido. O atacante disse que o futebol está chato e afirmou que tudo não passou de uma brincadeira – algo que ele faz, inclusive, com seus companheiros de equipe.


- Eu costumo dizer que o futebol está chato, porque não podemos fazer nada. Tudo é polêmico. No final, eu fiz uma brincadeira dando para o meu adversário e depois tirando. Todos farão polêmicas, dizer coisas sem sentido. Se eu faço isso com meus colegas, por que não com os adversários? Nos falamos muito durante o jogo, no final, eu ri – disse, ao canal “Esporte Interativo”.


A declaração que gerou a resposta do Rennes, no entanto, surgiu com a discussão de outro momento da partida. Neymar deu um passe com as costas e depois chapelou Bourigeaud, que lhe puxou e derrubou o atacante. Em seguida, o brasileiro se irritou e iniciou uma discussão.


Para se defender, Neymar afirmou que responde as provocações da sua maneira: com a bola nos pés. E disse que sabe da possibilidade de discussões, por também provocar os adversários.


- Eles me chutam, eu jogo futebol. Eles me provocam, mas eu também sei como provocar da minha maneira, com a bola. Não estou aqui para bater em ninguém. Eu não sei como fazer isso. Eu me defendo com a bola. Eu sei que haverá discussões porque eu provoco. Mas é normal. Não vai adiantar nada bater e me provocar, porque eu provocarei ainda mais e farei com que meu time se imponha.


Com a vitória por 3 a 2, o Paris Saint-Germain eliminou o Rennes e se classificou para a final da competição. Agora, o clube espera o vencedor da outra semifinal, entre Monaco e Montpellier. A decisão será no dia 30 de março.


FONTE: G1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados