domingo, 19 de agosto de 2018
(92) 99183-2565
Polícia

05/12/2017 ás 21h43 - atualizada em 07/12/2017 ás 21h11

32.176

Portal Holofote

Manaus / AM

Mulher de advogado morto no Porão do Alemão afirma que não foi assediada por delegado
A viúva declarou que, no momento da confusão, os amigos que estavam com ele já tinham ido embora e havia ficado no local apenas eles dois e mais um conhecido do casal.
Mulher de advogado morto no Porão do Alemão afirma que não foi assediada por delegado
Foto: Arquivo/Internet

 


Em depoimento à polícia, Fabíola Rodrigues Pinto de Oliveira, 31, viúva do advogado Wilson Justo Filho, afirmou que não foi assediada pelo pelo delegado Gustavo Sotero no último dia 25 de novembro no Porão do Alemão, bairro do São Jorge, na Zona Oeste de Manaus.


A viúva declarou que, no momento da confusão, os amigos que estavam com ele já tinham ido embora e havia ficado no local apenas eles dois e mais um conhecido do casal.


De acordo com ela, em certo momento Wilson perguntou se Sotero a estava paquerando e, mesmo diante da negativa dela, foi tirar satisfação. 


Fabíola contou que tentou impedir que Wilson fosse tirar satisfação com o delegado: “Não, amor, não vai! Nem sei nem quem é esse cara”.


Veja o depoimento de Fabíola:

FONTE: Portal do Zacarias

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados