Sexta, 20 de outubro de 201720/10/2017
(92) 98115-8357
Nublado
26º
28º
31º
Manaus - AM
dólar R$ 3,19
euro R$ 3,76
TCE NOVO
POLÍTICA
Robério Braga fala sobre sua saída da SEC
Robério comandou a Secretaria de Cultura do Amazonas por 22 anos.
Portal Holofote Manaus - AM
Postada em 03/10/2017 ás 00h32
Robério Braga fala sobre sua saída da SEC

Foto: Reprodução/Blog do Mário Adolfo

 


"Este é um ciclo que se encerra. Comecei com ele (Amazonino) e se encerra com ele”. A frase é do Secretário de Estado da Cultura, Robério Braga, que está deixando o cargo que exerceu por 22 anos e sendo substituído pelo músico Denilson Novo, vocalista da banda Tucumanus.


Robério assumiu a secretaria no segundo governo de Amazonino, em 1995, depois de passar pelas secretarias de Comunicação e de Turismo. Foi um dos mais realizadores e inovadores secretários que já passaram pela SEC, tornando realidade projetos ousados que inseriram o Amazonas na agenda cultural nacional e internacional. Pode se dizer que Robério deu uma nova feição à cultura do Amazonas com eventos de impacto, como os festivais de Ópera, Cinema, Jazz, Dança e Teatro.


Ele também foi o mentor do mega-espetáculo Glorioso, apresentado no período de Natal, dirigido por produtores da Disney World, que marcou época e reuniu mais de 100 pessoas no entorno do Teatro Amazonas. Além disso ele resgatou o Largo de São Sebastião, descobrindo o piso de paralelepípedo – construído com uma liga desenvolvida pelos ingleses, que evitava o barulho das rodas de ferro das carruagens, para não atrapalhar a ópera no período áureo da borracha –, que estava soterrado por várias camadas de asfalto.


Foi na longa gestão de Robério que foi montada a Orquestra Amazonas Filarmônica, com músicos trazidos da Europa, que ajudaram a formar vários músicos amazonense, e hoje integram o corpo da orquestra. O secretário resgatou prédios históricos, como a casa de Eduardo Ribeiro e transformou prédios centenários em Centros Culturais, como o Palácio da Justiça, o QG da Polícia Militar e o Teatro da Instalação.


— É um ciclo que chega ao fim. Espero e torço para que a escolha do governador Amazonino dê certo, porque confio em sua capacidade de gestor e sei do que ele e capaz de fazer. Esse ciclo começou com ele, lá em 1995, e acaba com ele. Espero que seja a escolha correta, até porque não quero ver meu trabalho de mais de 20 anos jogado fora –, disse Robério, em entrevista exclusiva, ao BMA.


O futuro


Robério Braga informou que volta a dar aulas de Direito na Universidade e exercer o cargo de procurador da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). “E vou contiuar servindo ao meu Estado. Acredito que ainda poderei exercer outros cargos”, afirmou.


Ele traduziu seus 22 anos na SEC como um período de muitas realização e de transformação no setor cultural do Amazonas.
— Que legado o senhor deixa, secretário? – pergunta o jornalista.
— Um legado de realizações. Saio com a consciência do dever cumprido e com um sentimento de que conseguimos fazer história -, disse Robério.

FONTE: Blog do Mário Adolfo
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
imprimir
18.120
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados