Sexta, 20 de outubro de 201720/10/2017
(92) 98115-8357
Nublado
26º
28º
31º
Manaus - AM
dólar R$ 3,19
euro R$ 3,76
TCE NOVO
POLÍTICA
Amazonino Mendes e Bosco Saraiva são diplomados para governar o Amazonas
Durante a cerimônia realizada no Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (Tjam), o governador anunciou os noves primeiros secretários que o ajudarão a reconstruir o Estado.
Portal Holofote Manaus - AM
Postada em 03/10/2017 ás 00h26 - atualizada em 03/10/2017 ás 10h10
Amazonino Mendes e Bosco Saraiva são diplomados para governar o Amazonas

Fotos: Aquilar Abcassis

 


Único político amazonense a vencer quatro eleições para governador, Amazonino Mendes (PDT) foi diplomado ao cargo, ao lado do vice, Bosco Saraiva (PSDB), no fim da tarde desta segunda-feira (2), pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM).


Durante a cerimônia realizada no Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (Tjam), o governador anunciou os noves primeiros secretários que o ajudarão a reconstruir o Estado. Com a outorga, o processo da Eleição Suplementar 2017 está encerrado. A partir deste ato, o governador Amazonino poderá ser empossado, na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).


No discurso, diante de familiares, amigos, e autoridades, o governador Amazonino agradeceu, em tom emocionado, ao povo amazonense pela demonstração de confiança durante o pleito suplementar. Ele chamou a atenção dos convidados para o momento em que o Amazonas atravessa, sobretudo, diante das dificuldades administrativa e financeira. “Eu amo nossa terra. Eu amo nosso povo. Eu amo o Amazonas. Faço homenagem ao preceptor Gilberto Mestrinho e a minha grande amada Tarcila Prado Mendes. Mas estamos diante de um grande desafio, em pouco mais de um ano, para enfrentar a maior crise econômica da história do Brasil somada à dramática situação das finanças e a maior desorganização do governo do Amazonas em toda sua história”, comentou.


“Olhando a máquina do governo, agora por dentro dela, o cenário é terrível e parece que estamos em meio a uma guerra, destroçados. Enfrentamos atraso no pagamento de fornecedores, carregamos o peso de uma dívida bilionária e muitos, muitos contratos estão sob forte suspeição”, completou.


Amazonino Mendes ressaltou que vai analisar toda a máquina administrativa de forma a recuperar o Amazonas nos próximos meses. “Vamos reconstruir aquilo que foi destruído. Vamos reerguer nossa capacidade de prestar bons serviços ao nosso povo, com prioridade máxima aos menos favorecidos. Vamos garantir que nossos professores, policiais, médicos, enfermeiros e servidores trabalhem com a tranquilidade e a garantia de terem seus salários em dia e seus esforços reconhecidos por todos. Vamos sanear nossas contas públicas com responsabilidade para garantir o dia de hoje e o dia de amanhã”, destacou o governador, ressaltando que vai escolher a dedo as obras mais importantes. “E acelerar suas conclusões. Também iremos rever todos os contratos que não interessam ao povo do Amazonas”.


Governador de todos


Quatro vez governador do Estado, Amazonino disse que será um governador de todos, inclusive, para os que não o elegeram. “Você, que não votou em Amazonino Mendes, não será esquecido. Porque um bom governador, não governa apenas para os seus eleitores. Governa em nome de todos. E aos 77 anos de idade, eu tenho o desejo, a determinação de ser um bom governador que, ao sair do cargo, seja visto com orgulho pelos amazonenses. Vamos ter um governo ético, transparente e participativo. Vamos voltar a ser aquele Amazonas forte, onde o amor à causa pública está acima de qualquer sigla, de qualquer partido político”, disse.


Secretariado


Durante a cerimônia, o governador Amazonino anunciou o nome de nove secretários que o ajudarão a reconstruir o Estado. “Estou atrás de talentos jovens. São pessoas talentosas que vão mesclar a experiência com a juventude”, frisou.


Confira a lista dos secretários: Vice-governador Bosco Saraiva na Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP); deputado estadual Sidney Leite (Pros) para a Casa Civil; Francisco Deodato comandará a Secretaria de Estado da Saúde (Susam); José Augusto de Melo Neto na Secretaria do Estado da Educação (Seduc); Paulo Carvalho na Procuradoria Geral do Estado (PGE), além de Alfredo Paes na Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz). O jornalista Célio Alves Rodrigues Jr. será o titular da Secretaria de Comunicação Social (Secom); Denilson Novo na Secretaria de Estado da Cultura (SEC) e Janaína Chagas na Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel).


FONTE: Assessoria do Governador
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
imprimir
74.771
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados