Quinta, 19 de julho de 2018
(92) 98115-8357
Especiais

23/05/2016 ás 07h44 - atualizada em 25/01/2017 ás 21h11

1.959

Holofote Manaus - Especial

Manaus / AM

Manifestação toma Largo de São Sebastião, em Manaus, e ruas de Parintins em defesa do Festival Folclórico
Manifestação toma Largo de São Sebastião, em Manaus, e ruas de Parintins em defesa do Festival Folclórico
Foto: Reprodução\ Portal do Marcos Santos

O anúncio feito pelo governador José Melo, sexta-feira (20/05), de que o Festival Folclórico de Parintins não receberá o apoio do Governo do Estado este ano, levou às ruas milhares de pessoas este domingo (22/05).
Em Manaus, a manifestação ocupou o largo de São Sebastião, no entorno do Teatro Amazonas, no final da tarde e começo da noite.
Em Parintins, a população se reuniu na Praça da Catedral e seguiu por diversas ruas em direção ao Bumbódromo, ocupando inteiramente a Praça dos Bois, que fica ao lado, onde os bumbás deixam as alegorias antes das apresentações.
Também neste domingo, superando diferenças políticas, o prefeito Alexandre da Carbrás reuniu com os presidentes do Caprichoso, Joilto Azedo, e do Garantido, Adelson Albuquerque, afirmando que a Prefeitura está ao lado dos bumbás para a realização da festa. “Haverá festival. Vamos à reunião com o governador, terça (24/05), com muita esperança, mas levando a certeza de que a festa não tem recuo”, disse Joilto Azedo, após o encontro.
O ex-prefeito de Parintins e deputado estadual Bi Garcia (PSDB) disse que acompanhou, “com indignação”, os cortes para a cultura anunciados pelo governador. Ele disse que terça-feira participará, com o presidente da Comissão de Cultura da Assembleia Legislativa, Bosco Saraiva, da reunião dos presidentes dos bumbás e o governador. “Já entramos em contato com o senador Omar Aziz (PSD), para interceder de alguma forma junto ao Governo Federal. E contamos com os recursos vindos de patrocínios da iniciativa privada”, disse.
“Sei da crise que atinge o país e o Estado, porém não podemos acabar com o maior produto cultural do Amazonas. Ele não é apenas uma festa, o festival faz parte da história do Amazonas e injeta na economia do Estado e de Parintins mais de R$ 60 milhões, além da geração de emprego e renda para os parintinenses”, escreveu Bi Garcia. Ele acrescentou que, mesmo sendo aliado de José Melo, terça-feira ficará “do lado do Festival, dos bumbás e do povo de Parintins”. Veja mais fotos das manifestações deste domingo:


Ruas de Parintins também foram tomadas pela manifestação, convocada desde a sexta-feira, após o anúncio do governador José Melo de que não haverá apoio para o Festival Folclórico.

Todos caminharam em direção ao Bumbódromo, como nesta foto, na rua Clarindo Chaves, ao lado do cemitério de Parintins.


Em Manaus, os simpatizantes dos bumbás chegaram cedo à Praça São Sebastião.

O espaço foi tomado pela manifestação em favor de apoio do Governo do Estado ao Festival de Parintins.

FONTE: Portal do Marcos Santos

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Parintins 2016

Parintins 2016

Blog/coluna Página especial com notícias e informações sobre o Festival Folclórico de Parintins 2016.
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados