Quinta, 21 de fevereiro de 2019
(92) 99183-2565
Internacional

14/01/2019 ás 16h35

309

Jéssyca Lorena

Manaus / AM

Casal em lua de mel morre afogado ao fazer mergulho em ilha paradisíaca
Os dois haviam casado em dezembro e estavam em viagem de lua de mel
Casal em lua de mel morre afogado ao fazer mergulho em ilha paradisíaca
Divulgação

O que era para ser uma comemoração terminou em tragédia para um casal de filipinos que festejava a sua lua de mel. Erika Joyce e Leomer Lagradilla morreram afogados, no último domingo (13), ao praticar mergulho nas Maldivas, segundo informações divulgadas pelas autoridades locais. Os dois haviam casado em dezembro e estavam em viagem de lua de mel.


Erika de 29 anos e Leomer de 30, começaram a namorar quando ainda faziam o ensino médio e se casaram em dezembro de 2018. A viagem de lua de mel começou no último dia 9, na qual as Maldivas era somente o primeiro de uma lista de destinos que o casal pretendia conhecer.


O Departamento de Relações Exteriores das Filipinas confirmou que o casal estava mergulhando na ilha de Dhiffushi quando começou a se afogar. Funcionários do resort, onde Erika e Leomer estavam hospedados, tentaram resgatá-los, mas ambos já estavam imóveis. As mortes foram decretadas em um hospital da região.


Em entrevista à rede de televisão filipina "ABS-CBN News", a irmã de Leomer, Mhapolle, contou que o casal sonhava viajar para a ilha há muito tempo, mas não era o primeiro destino em mente. Eles queriam ir para o Japão, mas a noiva não conseguiu o visto para o país.


A embaixada filipina em Daca, que tem jurisdição nas Maldivas, está trabalhando junto às autoridades para realizar o traslado dos corpos, informou a chancelaria das Filipinas. Nas redes sociais, amigos do casal estão organizando um financiamento coletivo para conseguir levar os corpos de volta ao país.

FONTE: UOL

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados