Quinta, 13 de dezembro de 2018
(92) 99183-2565
Polícia

05/12/2018 ás 11h56 - atualizada em 05/12/2018 ás 12h01

297

Jéssyca Lorena

Manaus / AM

Soldados do exército são presos e adolescente apreendido após arrastão
Suspeitos portavam armas e objetos roubados na hora da abordagem. Segundo a polícia militar, grupo confessou o crime
Soldados do exército são presos e adolescente apreendido após arrastão
Reprodução

Três homens foram presos e um adolescente apreendido suspeitos de fazerem um arrastão na Praça do bairro Nova Cidade, Zona Norte de Manaus, na noite de terça-feira (4). Segundo a polícia, dois deles eram soldados do exército. Eles foram encontrados com uma arma e objetos roubados, horas depois do crime.


De acordo com o Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), a polícia recebeu uma denúncia sobre quatro homens que fizeram arrastão na Praça, por volta de 21h30. Eles estavam armados e levaram pertences de pessoas que estavam no local.


Segundo informações colhidas pelos policiais, uma pessoa que estava no local ainda teria revidado ao arrastão e atirado na direção dos assaltantes. Eles então fugiram do local em um carro.


A denúncia sobre o caso foi feita e a polícia passou a procurar os suspeitos. Uma viatura da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) avistou um adolescente, de 17 anos, e outro homem, de 19 anos, soldado do exército, em atitude suspeita, na Avenida Noel Nutels, bairro Cidade Nova, e os abordou. Eles encontraram um simulacro de pistola e celulares com eles.


Ao serem questionados sobre o material, os suspeitos confessaram que participaram do arrastão e que abandonaram o carro no bairro Renato Souza Pinto. Eles informaram ainda que o dono do carro, de 21 anos, também havia participado do crime, além de um outro comparsa, de 28 anos. Todos foram localizados e presos. Segundo a polícia, o dono do carro também foi identificado como soldado do exército.


O quarteto foi encaminhado para o 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP), para os procedimentos cabíveis. As vítimas estiveram na delegacia e reconheceram os homens como praticantes do arrastão.

FONTE: G1/AM

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados