Quarta, 16 de janeiro de 2019
(92) 99183-2565
Economia

03/12/2018 ás 14h39 - atualizada em 03/12/2018 ás 14h53

182

Jéssyca Lorena

Manaus / AM

Pepsi anuncia fechamento de fábrica no Polo Industrial de Manaus
Segundo Federação das Indústrias do Estado do Amazonas, saída deve ser reflexo de decreto assinado por Temer
Pepsi anuncia fechamento de fábrica no Polo Industrial de Manaus
Reprodução

A Pepsi-Cola Industrial da Amazônia Ltda, pertencente ao grupo Pepsico, vai sair do Polo Industrial de Manaus. A empresa fecha as portas após quase 20 anos de funcionamento na capital amazonense. O encerramento das atividades foi confirmado em nota enviada pela empresa.


Em nota, a empresa afirma que a decisão foi tomada em cima e com o objetivo de "administrar eficientemente operações em todo o Brasil e posicionar a empresa para um crescimento de longo prazo".


A saída, no entanto, pode ser um reflexo direto de um decreto assinado pelo presidente Michel Temer em maio deste ano, avalia a Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam). Na decisão, foi reduzido um crédito existente em cima do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) dos chamados "concentrados" para refrigerantes. O crédito era de 20% e passou para 4%.


"Sem dúvidas... Essa saída pode ser um reflexo direto do [decreto] que o presidente assinou lá atrás. Ele assinou para acomodar uma situação, que era a situação dos caminhoneiros, e isso nos ameaçou. Nós da Federação das indústrias não recebemos nenhuma informação oficial sobre a saída da Pesico, então não podemos nos posicionar sobre isso ainda. Mas, com certeza, essa saída é uma porta que se abre e pode levar outras empresas junto" avalia o presidente da Fieam, Antônio Silva.


Com o fechamento da fábrica, 51 funcionários foram desligados da empresa. Ainda de acordo com o comunicado, todo o grupo receberá pacote de indenização.


Confira o comunicado da Pepsico na íntegra


Tomamos a difícil decisão de fechar nossa unidade de fabricação de concentrados em Manaus (AM), com o objetivo de administrar eficientemente nossas operações em todo o Brasil e posicionar a empresa para um crescimento de longo prazo. Esta decisão não afeta outras operações da PepsiCo no país.


Reconhecemos os impactos pessoais de decisões como esta. Estamos comprometidos a tratar nossos funcionários afetados com dignidade, respeito e apoio, e estamos oferecendo um pacote de indenização competitivo, além do suporte a recolocação.


A PepsiCo está presente no Brasil há 65 anos, e nesse período desenvolvemos uma estreita parceria com os clientes, demonstramos respeito aos consumidores, traçamos uma trajetória de sucesso com nossos funcionários e investimos nas comunidades onde atuamos. Continuaremos comprometidos com o Brasil, assim como estivemos durante nossa longa presença no país.

FONTE: G1/AM

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados