Sexta, 16 de novembro de 2018
(92) 99183-2565
Geral

06/11/2018 ás 14h07

165

Jéssyca Lorena

Manaus / AM

Prefeitura estuda suspender banhos na Praia da Ponta Negra após jovem cair em buraco
O órgão recebeu denúncias do Corpo de Bombeiros que existem buracos no local, que tem praia artificial
Prefeitura estuda suspender banhos na Praia da Ponta Negra após jovem cair em buraco
Divulgação

O Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) está analisando a possibilidade de interdição ao banho na praia do Complexo Turístico da Ponta Negra, localizada na Zona Oeste de Manaus. O órgão recebeu denúncias do Corpo de Bombeiros que existem buracos no local. Uma reunião com representantes do instituto municipal e do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) deve ajudar no diagnóstico de segurança da área.


Segundo o Implurb, durante a reunião com o CPRM que deve ser realizada na próxima quinta-feira (8), a cota mínima do rio Negro também deve ser informada. O órgão explica que a preocupação é com a segurança dos banhistas.


"Recebemos uma denúncia dos Bombeiros e estamos avaliando com o corpo técnico. Queremos que o CPRM nos ajude com a avaliação da cota mínima do rio para que os banhistas possam frequentar o local com maior segurança. O Corpo de Bombeiros nos informou que no local existem buracos", disse o presidente do Implurb, Claudio Guenka.


O presidente do órgão explica que como a Ponta Negra é uma praia artificial, o tempo deveria ter oferecido mais conformidade no terreno, o que evitaria os buracos.  "Queremos ver o que está acontecendo, porque na nossa visão, já que é uma praia artificial, pelo tempo deveria ter sido estabelecimenta uma conformidade. Mas pode ter tido algum comportamento, que pode ter afetado. Na próxima quinta, vamos tomar uma decisão sobre a interdição do banho no local", ressaltou Claudio.


Riscos


No último domingo (4), um adolescente de 17 anos, morador do bairro Compensa 1, foi resgatado após ficar 12 minutos submerso na praia da Ponta Negra. Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima estava se banhando quando teria entrado em um buraco no leito do rio. O rapaz foi reanimado e recobrou a consciência.


Sobre o caso, o presidente do Implurb afirmou que o objetivo do órgão é trazer um ambiente favorável, para evitar ocorrências parecidas. "Queremos decidir sobre a interdição até quinta, porque as pessoas frequentam muito o local na sexta e sábado. O nosso objetivo é trazer um ambiente favorável com a interdição, mesmo que seja temporária. Podemos fazer uma avaliação e seguir na recuperação da área", completou o presidente do Implurb.

FONTE: A Crítica

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados