domingo, 18 de novembro de 2018
(92) 99183-2565
Esportes

18/10/2018 ás 17h59

122

Jéssyca Lorena

Manaus / AM

Os números jogam a favor do Flamengo no Brasileirão
Situação do time após a 29ª rodada do Brasileiro é muito melhor do que em 2009, ano do último título
Os números jogam a favor do Flamengo no Brasileirão
Divulgação

Se depender dos números, o sonho do hepta do Brasileiro é cada vez mais real para o Flamengo. Embalado após a chegada de Dorival Júnior, que em três jogos obteve um empate e duas vitórias, o time está em uma posição muito mais favorável em comparação a 2009, ano do último título nacional conquistado pelos rubro-negros.


Ao término da 29ª rodada, o Flamengo aparece em terceiro lugar na tabela, com 55 pontos, a quatro do líder Palmeiras. Em 2009, o time estava bem abaixo na classificação: era o quinto colocado com 47 pontos, a sete do Palmeiras, que também estava na ponta. Um outro ponto positivo está no confronto direto com o Alviverde. Em 2009, os rubro-negros tiveram que encarar os paulistas em São Paulo na reta final do Brasileiro. E venceram: 2 a 0 com um show de Petkovic, autor de dois gols, sendo um olímpico. Desta vez, o duelo será no Maracanã, dia 27, onde a Nação Rubro-Negra costuma fazer a diferença.


Em 2009, o Flamengo teve uma arrancada sensacional para levantar a taça. Sob o comando de Andrade, o time venceu sete dos últimos nove jogos do Brasileiro além de um empate e uma derrota. Caso repita o desempenho este ano, os rubro-negros vão aos 77 pontos, um a mais do que o necessário para ser campeão dentro da projeção do matemático Tristão Garcia atualmente, o Palmeiras tem 68% de chances, e o Flamengo, apenas 9%. Em 2009, após a 29ª rodada, as probabilidades apontavam 76% para o Palmeiras e somente 1% para o Flamengo.


Uma outra coincidência pode animar ainda mais o torcedor rubro-negro. Em 2009, Andrade assumiu o comando do time na 16ª rodada, no lugar de Cuca, e, aos poucos, foi dando sua cara ao time. Este ano, Dorival chegou ao comando na 26ª rodada depois da demissão de Mauricio Barbieri, que não suportou as eliminações na Libertadores e na Copa do Brasil.

FONTE: O Dia

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados