Terça, 20 de novembro de 2018
(92) 99183-2565
Política

13/09/2018 ás 18h54

302

Jéssyca Lorena

Manaus / AM

Justiça nega novo recurso do governo para doar implementos agrícolas
As alegações foram afastadas pelo relator, ao afirmar que a distribuição dos bens não está respaldada por lei específica
Justiça nega novo recurso do governo para doar implementos agrícolas
Reprodução

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) rejeitou, nesta quinta-feira, 13, os embargos de declaração movidos pelo governador Amazonino Mendes (PDT) contra a decisão que suspendeu a doação de implementos agrícolas pelo governo do estado, no mês julho deste ano. 


Na sentença de hoje, o relator do processo desembargador Aristóteles Lima Thury também concedeu nova tutela provisória para determinar que o governador se abstenha de realizar a distribuição gratuita de bens apreendidos.


No pedido, o Governo do Estado alegou à Justiça que os materiais apreendidos foram entregues no ano de 2017 e, portanto, fora do período vedado pela legislação eleitoral, e sustentou ainda que a decisão foi omissa, por não especificar os bens que devem ser abrangidos pela vedação.


As alegações foram afastadas pelo relator, ao afirmar que a distribuição dos bens não está respaldada por lei específica. E também, ainda segundo Thury, a decisão não é omissa, já que os bens apreendidos se encontram devidamente relacionados nos autos.


No mês de julho, a pedido do Ministério Público Eleitoral, o Tribunal Regional Eleitoral  barrou a distribuição dos implementos agrícolas que o governador Amazonino Mendes faria no interior do estado.


Na manhã do dia 7 daquele mês, um oficial de Justiça, com apoio da Polícia Federal, cumpriu a medida e realizou um inventário dos equipamentos no Centro de Convenções Vasco Vasquez.


Os implementos são do Programa Terra Produtiva, criado em 2015, para beneficiar produtores rurais do interior do estado. Segundo o governo, o programa está inserido na Macrodiretriz Desenvolvimento do Interior do Plano Plurianual (PPA) para o quadriênio 2016-2019, estabelecido pela Lei n? 4.268, de 15 de dezembro de 2015.

FONTE: Amazonas1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados