Terça, 16 de outubro de 2018
(92) 99183-2565
Brasil

09/08/2018 ás 18h58 - atualizada em 09/08/2018 ás 19h03

142

Jéssyca Lorena

Manaus / AM

Com aulas pela internet, gari passa para Biomedicina
Mesmo com o trabalho pesado e sendo mãe de três filhos, Vanderlucia Santos conseguiu ser aprovada
Com aulas pela internet, gari passa para Biomedicina
Reprodução

Casada e mãe de três filhos aos 36 anos, Vanderlucia Santos começou a trabalhar no ano passado, para ajudar no orçamento da casa e permitir que Jorge, seu marido, não parasse de estudar. Ele é estudante de Direito e era o único da família que trabalhava até o ano passado. A mulher acabou conseguindo emprego de gari. Desde então, passa oito horas por dia sob sol forte, varrendo as ruas do município de Luís Eduardo Magalhães, no interior da Bahia.


O marido de Vanderlucia pensou em desistir dos estudos quando ficou desempregado. Ela, porém, não aceitou e decidiu buscar um emprego para assumir as despesas da casa.


“Quando ele disse que estava pensando em abandonar a faculdade, não deixei. Somos uma família humilde e a única forma de vencer é através da educação”, contou Lucia ao site EducaMais.


Vanderlucia usou como inspiração a dedicação do marido aos estudos e decidiu que entrar na faculdade era também seu objetivo.


"Ele sempre foi muito estudioso e, vendo o exemplo dele, decidi que iria fazer o Enem”, conta ela. Para isso, usou principalmente as videoaulas no YouTube. Só assim conseguiu conciliar o trabalho de gari, as obrigações de mãe e os estudos. Ela baixou as videoaulas para um aparelho para ouvir áudio e ouvia ons ensinamentos enquanto varria as ruas.


Deu certo. Vanderlucia ganhou uma bolsa de estudo de 100% para o curso de Biomedicina em uma faculdade particular e ela já está no segundo semestre. A rotina é exaustiva. Começa a trabalhar às 7h da manhã e vai até 7h da noite. "Vou direto para a faculdade. Não é fácil, meus pais nunca tiveram a oportunidade de estudar, nunca tive exemplos positivos”.


Integrante de um clã de quatro irmãos, ela é a primeira da família a entrar para a faculdade. Graças ao exemplo do casal Vanderlucia e Jorge, a trajetória dos filhos do casal é bem diferente. Diego, o filho de 20 anos, trabalha como programador de site; Daniel, 18 anos, fez o Enem e conseguiu bolsa de estudo de 100% para cursar Engenharia Civil e Davi, 16 anos, também conseguiu uma bolsa de estudo para cursar o Ensino Médio em uma escola particular. “Me sinto muito feliz com a vitória da minha família. Eu construí uma família do bem”, disse ela, emocionada, ao EducaMais.


A caixinha de som que Vanderlucia usou para conseguir passar para a faculdade continua a ser usada. Agora, enquanto varre a cidade, ela revisa os assuntos que são ensinados na faculdade. “Nunca pensei que um dia teria essa oportunidade e, agora que eu tenho, vou aproveitá-la de todas as formas. O estudo é valioso”, diz ela.

FONTE: O Dia

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados