Segunda, 15 de outubro de 2018
(92) 99183-2565
Cidades

07/08/2018 ás 16h01

129

Jéssyca Lorena

Manaus / AM

Programa de Regionalização da Merenda do AM tem qualidade atestada
A auditoria foi positiva e constatou a qualidade dos produtos.
Programa de Regionalização da Merenda  do AM tem qualidade atestada
Divulgação

Representantes da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) realizaram uma visita técnica para avaliar as condições do depósito de gêneros perecíveis da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), da onde sai os produtos do Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme), responsável por abastecer as escolas da rede estadual. A auditoria foi positiva e constatou a qualidade dos produtos.


 De acordo com o coordenador de logística da Agência, Emerson Moreira, a visita avalia as condições de armazenamento e higiene do depósito, além de analisarem a execução do trabalho realizado pelos colaboradores da empresa prestadora de serviço de logística.


 "O trabalho dos funcionários no depósito reflete na avaliação positiva que sempre obtemos. Nossos produtos são todos selecionados por tipo, bem embalados e estão sempre em ótimo estado para consumo. A higiene é fundamental para o processo final, tanto do depósito como dos próprios colaboradores, que estão sempre uniformizados e utilizando os equipamentos de segurança necessários", destaca o coordenador.


 Participaram da visita membros do Conselho de Alimentação Escolar (CAE), da Gerência de Alimentos Escolar (GAE), da Coordenadoria Distrital 4 e nutricionistas da Seduc.Emerson frisa a importância dessas visitas.


"O pessoal da coordenadoria foi muito mais para conhecer o local, o que também é normal, são sete coordenadorias e já recebemos a visita de três delas. Então, eles vão tomando conhecimento de como é toda a logística do Preme. A origem do produto, como ele é armazenado e até como é carregado até chegar ao destino final, que são as escolas", salienta.


Logística


O coordenador de logística explica que semanalmente são feitas operações da ADS. "Fazemos a coleta dos produtos com os agricultores fornecedores do Preme e após isso levamos para o armazém. Chegando lá são feita as montagens de kit por escola e eles saem para os destinos finais". Ele ressalta que boas partes das entregas são feitas por veículos frigoríficos, uma vez que a maioria dos produtos é perecível.


"Existem 60 funcionários envolvidos em todo esse processo, entre conferentes, ajudantes e motoristas que trabalham na logística do Preme. Fomos mais uma vez parabenizados pela forma que estamos trabalhando, dentro dos padrões de qualidade estabelecidos pela Seduc", garante o coordenador da ADS.


FONTE: Assessoria de Imprensa

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados