Terça, 17 de julho de 2018
(92) 98115-8357
Política

05/07/2018 ás 15h04

52

Jéssica Senna

Manaus / AM

Governador Amazonino Mendes participa de posse de novos dirigentes do TJAM
Amazonino Mendes elogiou a gestão de Pascarelli à frente do TJAM e ressaltou a disposição de manter a parceria com a Corte Estadual na nova gestão.
Governador Amazonino Mendes participa de posse de novos dirigentes do TJAM
Herick Pereira

O governador Amazonino Mendes participou, no final da tarde da última quarta-feira (04/07), da sessão solene de posse dos desembagadores Yedo Simões de Oliveira, Wellington José de Araújo e Lafayette Carneiro Vieira Júnior, respectivamente, nos cargos de presidente, vice-presidente e corregedor-geral do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) para o biênio 2018/2020. A sessão aconteceu no Teatro Amazonas, com a participação de autoridades locais e de outros estados.


Yedo Simões substituirá o desembargador Flávio Pascarelli, que esteve no comando da Corte Estadual nos últimos dois anos.


Amazonino Mendes elogiou a gestão de Pascarelli à frente do TJAM e ressaltou a disposição de manter a parceria com a Corte Estadual na nova gestão. “É forçoso reconhecer que houve uma enorme diferença no Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas. Quem aqui se expressa é o advogado Amazonino Mendes. Eu reconheço a maneira correta com que o desembargador Pascarelli conduziu seus pares e sua mania de perseguir o progresso, de montar coisas novas, novos projetos, novos programas, além de integrar toda a douta comunidade de juristas”, frisou o governador do Amazonas.


Ao parabenizar o desembargador Yedo Simões, o governador destacou o perfil do novo presidente do TJAM. “Meu sentimento é o mais entusiástico possível. Tivemos alguns encontros fortuitos na vida em que nos demos o direito de conversarmos sobre temas não pertinentes à Justiça, mas sobre nossas buscas, nossa ânsia de saber porque estamos aqui e para onde vamos. Ele (Yedo) é um cidadão do mundo, preocupado com a humanidade”, enfatizou.


Amazonino destacou, ainda, a gestão de Yedo Simões à frente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). “Ao presidir o TRE, ele não apenas avançou, foi além, com sua maneira equilibrada de conduzir, contemplou a todos”, disse o governador, ao renovar sua solidariedade e disposição de parceria com o TJAM.


De acordo com informações da assessoria do TJAM, os magistrados foram escolhidos para ocupar os cargos diretivos no dia 27 de março deste ano. Único inscrito para disputar o cargo de presidente, Yedo Simões teve o nome aclamado pelos pares. Wellington Araújo, por sua vez, foi eleito com 18 votos para o cargo de vice-presidente, que também era disputado pelo desembargador Sabino Marques.


Em relação à escolha do desembargador Lafayette – que recebeu 16 de um total de 23 votos – para o cargo de corregedor-geral de Justiça, houve um questionamento sobre o resultado da votação junto ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O órgão colegiado, no entanto, decidiu, por maioria de votos, manter o resultado da eleição.


 Propostas – Segundo a assessoria do TJAM, entre as propostas que a nova gestão pretende implantar nos próximos dois anos estão a realização de concurso público para servidores, a obtenção do Selo Diamante do Justiça em Número do Conselho Nacional de Justiça – a maior premiação concedida pelo órgão -, a reestruturação das unidades judiciárias no interior do Estado, além de uma atenção especial para a questão tecnológica, sobretudo em relação ao Projudi – sistema adotado pelas Comarcas do interior.

FONTE: Secom

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados