Segunda, 20 de fevereiro de 201720/2/2017
(92) 98115-8357
Chuva
25º
26º
27º
Manaus - AM
dólar R$ 3,09
euro R$ 3,28
Pneu_Forte_Apa_Moveis
SAÚDE
Beijo de língua emagrece e diminui estresse, afirma ciência
Portal Holofote Manaus - AM
Postada em 02/01/2017 ás 09h27
Beijo de língua emagrece e diminui estresse, afirma ciência

Foto: Reprodução/Internet

A sensação de um beijo na boca é tão boa que chegamos a pensar que estamos flutuando ou fora do controle do corpo, não é?

Mas, por que será que um beijo de língua causa todas essas sensações e pode trazer tantos benefícios, como emagrecer e reduzir o estresse?

“Porque os lábios são a parte mais sensível do corpo”, explica Cibele Fabichak, médica graduada pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa e mestre em Fisiologia pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), em seu livro “Sexo, amor, endorfinas e bobagens - a ciência por trás dos sentimentos”.

Segundo Cibele, a boca é cheia de neurônios sensitivos que detectam o toque e enviam mensagens para o cérebro e para o corpo todo. Essas células nervosas que recebem a informação geram prazer, emoção e diversas reações físicas.

Benefícios do beijo

O coração fica em alta velocidade, a pressão sanguínea aumenta, a respiração fica mais profunda e a razão... ah, essa vai embora. Os pensamentos lógicos não tem mais espaço na mente. “O desejo suprime a prudência e a autoconsciência”, aponta a médica.

Tudo isso porque quase metade dos nervos da cabeça (5 dos 12), responsáveis pelas funções cerebrais, ficam todos focados no beijo. Até as bochechas e o nariz entram na brincadeira, e enviam informações para o cérebro, que vai processando temperatura, paladar, cheiro e movimentos.

Nesse ciclo, diversos músculos do corpo são utilizados. Só no rosto são 34 em ação. No resto do corpo, mais de 110 começam a trabalhar, e é por isso que o beijo de língua ajuda a emagrecer assim como se fosse um exercício físico.

“Um beijo bem dado não contrai menos que 146 músculos. Portanto, beijar é uma excelente atividade física com um razoável gasto de calorias”, revela Cibele.

Além disso, vários hormônios do corpo sofrem alterações. É o caso do cortisol, responsável pelo estresse, e a oxitocina, relacionada diretamente com os vínculos sociais emotivos, como mostra o estudo do Lafayette College, nos Estados Unidos.

A pesquisa comparou o nível deles antes e depois de um beijo de língua, com os casais de mãos dadas e o resultado foi surpreendente.

Segundo os cientistas, a oxitocina deveria aumentar e o cortisol deveria baixar. Mas o que aconteceu foi que ela subiu nos homens e caiu nas mulheres.

A conclusão foi de que as mulheres precisam mais do que um beijo para se sentiram conectadas ou excitadas dentro desse vínculo social.

Já o nível de cortisol caiu, demonstrando que o beijo de língua pode realmente influenciar no estresse. 


FONTE: Msn
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
imprimir
1.401